Mato Grosso produzirá 3,5% a mais

Agronegócio

Mato Grosso produzirá 3,5% a mais

Cultura da soja é a mais representativa e a previsão é colher 20,060 milhões de ton
Por:
1823 acessos
A produção de grãos em Mato Grosso alcançará 29,863 milhões de toneladas na safra 2010/2011. O volume representa expansão de 3,5% sobre o que foi colhido na temporada passada, de 28,855 milhões. Apesar do incremento, o Estado ainda se mantém na segunda posição do ranking nacional, perdendo apenas para o Paraná, com 32,544 milhões de toneladas. No total, serão 9,359 milhões de hectares plantados com os mais variados tipos de grãos. A produtividade média deste ciclo chegará a 3,191 mil quilos por hectare.


Os números foram divulgados pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) nesta quarta-feira (6). Aproximadamente 67% do volume produzido vem da produção de soja, chegando a 20,060 milhões de toneladas. No caso da oleaginosa, o aumento foi de 6,9%, ante a produção de 18,766 milhões (t) na safra 09/10.

Para o presidente da Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja-MT), Glauber Silveira, a produção de grãos mato-grossense só não é a maior do país porque não há investimento na infraestrutura para o transporte. Conforme ele, nesta safra, Mato Grosso deveria alcançar 25 milhões (t) de soja, bem à frente dos demais estados. "Temos que considerar que o Estado tem potencial para expandir as lavouras, diferentemente de outras regiões brasileiras".


Além disso, ele aponta que o milho também tem potencial para crescimento. "Deveríamos ter uma produção de 10 milhões (t) a 12 milhões (t)", afirma o presidente da Aprosoja-MT. Por enquanto, a produção de milho no Estado alcançou 7,139 milhões de toneladas, pontuando ainda com uma queda de 12,1% em relação ao resultado da safra anterior, de 8,118 milhões de toneladas. Outra cultura em crescimento é o algodão, cujo aumentou na produção chegou a 79,2%, passando de 583,5 mil toneladas para 1,045 milhão de toneladas de uma safra para outra.

Ao contrário desse cenário positivo, a produção de arroz amarga quedas consecutivas. De acordo com o levantamento da Conab, serão cultivadas nesta safra 687,4 mil toneladas do cereal. Na temporada passada foram 742,7 mil toneladas, 7,4% a menos este ano. O presidente do Sindicato das Indústrias do Arroz de Mato Grosso (Sindarroz-MT), Ivo Fernandes Mendonça, explica que a valorização das demais culturas enfraqueceu a produção de arroz. "O mercado determina se haverá aumento, ou não, da produção". Conforme ele, a previsão para os próximos anos é que o plantio do arroz no Estado se mantenha estável.


Nacional - A safra de grãos do Brasil, do período 2010/2011, deve ser de 157,4 milhões de toneladas. A produção é de novo recorde, com um aumento de 5,5% ou cerca de 8,2 milhões de toneladas a mais que a safra passada, que foi de 149,2 milhões de toneladas. A área cultivada também cresceu, com elevação de 3,9%, atingindo 49,2 milhões de hectares, ou seja, 1,8 milhão de hectares a mais.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink