Mato Grosso terá laboratório de classificação de algodão
CI
Agronegócio

Mato Grosso terá laboratório de classificação de algodão

Por:

A Bolsa de Mercadorias & Futuro (BM&F) vai implantar nos próximos três meses, em Mato Grosso, um laboratório de classificação de algodão. O anuncio foi feito ontem (10-03), no Palácio Paiaguás, pelo presidente da instituição financeira, Manoel Félix Cintra Neto. Sonho acalentado há anos pelos produtores, o laboratório o Estado fará com que possam comercializar a produção com muito mais rapidez e segurança.

Segundo Cintra Neto, o laboratório será dotado com equipamentos de última tecnologia que permitirão a classificação computadorizada da fibra de algodão. O local do funcionamento do laboratório ainda não foi definido. "Mato Grosso é um grande produtor de algodão e um laboratório no Estado será de suma importância", destacou o presidente da BM&F.

A classificação do algodão, conforme os critérios de tipo, peso, comprimento, uniformidade, resistência, finura e coloração, garante aos produtores maior competitividade nos mercados nacional e internacional. O Mato Grosso á atualmente o maior produtor de soja e algodão e segundo produtor de arroz. do país.

Na safra 2003/04 Mato Grosso espera produzir quase 22 milhões de toneladas de soja, milho, algodão e arroz em uma área que, na primeira e segunda safras, poderá atingir 6,986 milhões de hectares. Com sustentação na pesquisa e difusão de tecnologias as produtividades alcançadas nas culturas de soja e algodão são as maiores do mundo. Esta performance tem atraído inúmeros grupos de produtores de outros paises em visitas ao Estado.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink