Mato Grosso vacina 99,67% do seu rebanho contra a febre aftosa
CME MILHO (DEZ/20) US$ 4,140 (0,73%)
| Dólar (compra) R$ 5,61 (0,05%)

Imagem: Divulgação

FEBRE AFTOSA

Mato Grosso vacina 99,67% do seu rebanho contra a febre aftosa

Indea MT atribui baixa inadimplência na etapa de maio a forte trabalho de divulgação, educação sanitária e fiscalização
Por:
22 acessos

A etapa de maio de vacinação contra a febre aftosa em Mato Grosso imunizou 30.079.017 bovinos e bubalinos, o que corresponde a 99,67% do rebanho no Estado. É obrigatória nesta etapa a vacinação de animais de todas as idades, exceto na microrregião do Baixo Pantanal Mato-grossense e a zona de bloco I do plano estratégico para suspensão da vacinação.

De acordo com o Instituto de Defesa Agropecuária de Mato Grosso (Indea MT), a população de bovinos e bubalinos em Mato Grosso alcançou 31.001.644 cabeças e, desde 2005, as etapas de vacinação têm alcançado índices superiores a 99% e homogeneidade entre as regiões. A baixa inadimplência, na etapa de maio ocorreu devido ao forte trabalho de divulgação, educação sanitária e fiscalização.

Durante o período da etapa de vacinação, devido às medidas de biossegurança, o Indea MT suspendeu as vacinações fiscalizadas eletivas, mantendo apenas a fiscalização em casos de maior necessidade. Foram fiscalizados 334 estabelecimentos rurais e 33.361 bovinos.

Atualmente, Mato Grosso é reconhecido pela Organização Mundial de Saúde Animal (OIE) como livre de febre aftosa com vacinação, condição constantemente comprovada pelas ações de vigilância veterinária e inquéritos epidemiológicos realizados pelo Indea MT e Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

Anúncios que podem lhe interessar


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink