Mato Grosso vai comprar 40 mil toneladas de arroz do Rio Grande do Sul
CI
Agronegócio

Mato Grosso vai comprar 40 mil toneladas de arroz do Rio Grande do Sul

A medida se dá em razão do MT ter apenas 8% de estoque
Por:

As indústrias de arroz de Mato Grosso importarão 40 mil toneladas do cereal do Rio Grande do Sul no período de 1° de novembro a 31 de janeiro para abastecer o consumo local. A medida se dá em razão do Estado ter apenas 8% de estoque, que representa 60 mil toneladas, previstas para acabar até 15 de novembro.

Para auxiliar as indústrias na compra do produto, o governo do Estado, por meio da Secretaria de Indústria, Comércio, Minas e Energia (Sicme), oficializou ontem o pedido do Sindicato das Indústrias do Arroz do Estado (Sindarroz-MT) de isenção de 85% da cobrança do Imposto sobre Circulação de Mercadorias, Bens e Serviços (ICMS), que representa 12% sobre o valor do produto. O fardo de 30 quilos do arroz custa em média R$ 43.

Conforme o vice-presidente do Sindarroz-MT, Joel Gonçalves Filho, a medida é emergencial. “ Ela vem para manter as indústrias de arroz em funcionamento, bem como a manutenção da empregabilidade”, comentou.

O vice-presidente do sindicato ressaltou ainda não existir a probabilidade de reajuste dos preços ao varejo. “Trabalharemos este dois meses em que foi solicitada a ajuda governamental sem margem de lucro, justamente para não ter prejuízos”.

Na verdade, a medida foi embasada em cima do Programa de Desenvolvimento Industrial e Comercial de Mato Grosso (Prodeic). A diferença é que foi aberta à exceção entre compra de produtos de outros Estados, enquanto o Prodeic é valido somente entre transações dentro de Mato Grosso.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink