MDA apresenta experiência de seguro agrícola na Bolívia

Agronegócio

MDA apresenta experiência de seguro agrícola na Bolívia

A missão é parte da cooperação técnica Brasil-Bolívia assinada em 2010
Por:
1784 acessos
Técnicos da coordenação do Seguro da Agricultura Familiar (Seaf) e do Crédito Rural do Pronaf da Secretaria de Agricultura Familiar do Ministério do Desenvolvimento Agrário (SAF/MDA) estiveram, na última semana, na cidade de La Paz, na Bolívia, para apresentar a experiência brasileira de seguro e crédito rural. A missão é parte da cooperação técnica Brasil-Bolívia assinada em 2010 para apoiar projeto de criação de um programa de seguro agropecuário no país andino. A equipe da SAF/MDA participou de oficinas de trabalho e seminários.


Segundo o coordenador do Seaf, José Carlos Zukowski, a visita à capital boliviana foi a segunda etapa da cooperação. A primeira aconteceu no ano passado, com a visita de missão da Bolívia ao Brasil. Zukowski explica que o Vice-Ministério de Desenvolvimento Rural da Bolívia mobilizou equipes técnicas de diversos órgãos que vem trabalhando no projeto de seguro agropecuário boliviano e de bancos que atuam no financiamento rural, bem como representantes de movimentos sociais entidades da agricultura familiar para participação nos trabalhos dessa agenda de cooperação técnica.

Para o coordenador, a criação de um programa de seguro agropecuário envolve uma série de desafios no campo técnico-científico e no campo operacional, mas pode encontrar maiores obstáculos no campo político-orçamentário. “O evento em La Paz foi realizado pelo governo boliviano para apoiar o projeto de seguro agropecuário nessas três áreas”, comentou.


Zukowski explica que também estão em curso discussões para a criação de programas de registro de agricultores e financiamento para agricultura familiar na Bolívia.

“Os técnicos bolivianos já começam a trabalhar na formatação de um programa de seguro paramétrico, voltado para os mais pobres. Em um futuro próximo pretendem trabalhar em um seguro agropecuário nos moldes tradicionais, que proporcione um atendimento mais abrangente para a agricultura familiar”, concluiu.

Segundo o coordenador foi solicitado que as entidades brasileiras analisem a possibilidade de desenvolver ações de cooperação nas áreas de regulagem de sinistros, vistorias em lavouras, comprovação de perdas, gestão de riscos, financiamento e registro para agricultores familiares.


Seaf e Pronaf

O Seguro da Agricultura Familiar (Seaf), criado na safra 2004/2005, é um seguro multirisco e opera em todo o País voltado para agricultores familiares que acessam o Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf). Cobre estiagem, chuva excessiva, granizo, geada, ventos fortes, variação excessiva de temperatura e outros. Na 2010/2011, o Seaf cobre mais de 40 culturas.

O Pronaf, criado em 1995, financia projetos individuais ou coletivos de crédito rural que gerem renda aos agricultores familiares e assentados da reforma agrária. O programa possui as mais baixas taxas de juros dos financiamentos rurais, além das menores taxas de inadimplência entre os sistemas de crédito do País.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink