MDA defende inserção de novas culturas em área de fumo
CI
Agronegócio

MDA defende inserção de novas culturas em área de fumo

Entre as alternativas para plantio, na região Sul, estão flores, frutas temporárias e plantas medicinais
Por:

O Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) apresentará, no dia 28, em Brasília, durante o Seminário Internacional para Diversificação Produtiva do Fumo, a proposta brasileira para a inserção de outras culturas nas áreas ocupadas com tabaco. O documento resultou do I Seminário Nacional sobre o Programa Nacional de Diversificação Produtiva e a Convenção-Quadro, realizado no início do mês, em Porto Alegre. Já temos 47 projetos desenvolvidos em parceria com universidades federais como a de Santa Maria e de Santa Cruz do Sul, exemplificou o secretário da Agricultura Familiar do MDA, Adoniram Sanches Peraci.

Entre as alternativas apontadas estão o plantio, na região Sul, de flores, frutas temporárias e plantas medicinais. Ainda há a proposta de produção de leite orgânico. Até dezembro, todas as experiências serão contratadas pelo MDA, num investimento de R$ 5 milhões. Segundo Peraci, a tendência é que, nos próximos anos, o consumo mundial de fumo reduza. Em dois anos, a população consumidora de tabaco passou de 39% para 19% no Brasil, disse. Apesar disso, a produção do fumo aumentou e a do Brasil está entre as três maiores do mundo.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink