Mecanismo metabólico é responsável por resposta imune

PLANTAS

Mecanismo metabólico é responsável por resposta imune

As plantas empregam vários mecanismos de resistência para impedir o crescimento microbiano
Por: -Leonardo Gottems
107 acessos

Pesquisadores no Instituto de Biologia Molecular e Celular do Conselho Superior de Pesquisas Científicas (CSIC) e da Universidade Politécnica de Valência, na Espanha, descobriram que o metabolismo do folato, essencial para o crescimento das plantas, afeta negativamente a resposta imune contra patógenos. Os resultados do trabalho foram publicados na revista Molecular Plant. 

As plantas empregam vários mecanismos de resistência para impedir o crescimento microbiano, sendo que estes mecanismos são geralmente dirigidos por vias de sinalização celular que levam à ativação de um arsenal defensivo através da reprogramação da expressão de numerosos genes. Essas defesas antimicrobianas incluem tanto mudanças físicas nas respostas celulares quanto bioquímicas, entre as quais se destaca, por exemplo, a produção de ácido salicílico, que perturba patógenos. 

Nesse cenário, Pablo Vera Biologia, investigador e diretor do Instituto of Molecular and Cellular Flora explica que "quando uma célula de planta reconhece um agente patogénico, como parte da resposta imunitária de um processo de reprogramação celular que inclui ativação ou repressão é ativado um conjunto de genes. Isso precede a produção de várias proteínas e outros metabólitos, como compostos fenólicos, que contribuem para a resistência da célula aos patógenos. Agora, a ativação dessas defesas na célula vegetal está associada a uma maior demanda por energia, que é obtida pelas vias metabólicas primárias; a partir do qual deduzimos que uma reconfiguração do metabolismo primário da célula é necessária para ativar a resposta imune”. 

"No Instituto fizemos aproximações da genética e químicos, trabalhando com a planta modelo Arabidopsis thaliana, que nos permitiu a revelar como a via metabólica do folato, essencial para as plantas, regula negativamente a resposta imune contra a bactéria patogênica Pseudomonas syringae DC3000", Acrescenta Beatriz González, pesquisadora do mesmo instituto. 


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink