Mercado atacadista de carne bovina após a reabertura das exportações
CI
EXPORTAÇÕES

Mercado atacadista de carne bovina após a reabertura das exportações

Para os próximos dias, a volta das exportações pode trazer força para o mercado
Por:

Na manhã da última quinta-feira (13/6), a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, publicou em suas redes sociais que o Brasil voltará a exportar carne bovina para a China. 

A nota oficial já foi divulgada pelo MAPA (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento) confirmando a suspensão do embargo. 

Esta notícia trouxe exaltação para o mercado do boi gordo e da carne bovina. 

Alguns frigoríficos que estavam inativos já voltaram com as compras e com o abate de gado na expectativa de uma demanda chinesa acumulada.  

No atacado da carne, com a recente abertura, ainda há muita incerteza e especulação em relação aos preços, principalmente da carne com osso.

Por ser um produto mais sensível as oscilações do mercado, o aumento da procura já refletiu em pressão positiva nos preços. 

A referência para o boi casado de animais castrados ficou em R$10,01, aumento de 1,8% na comparação diária. 

Contudo, alguns frigoríficos não estão negociando a carne com osso à espera de maiores definições no mercado.

Já a carne sem osso vendida no atacado ainda não sentiu os efeitos da notícia. Na média de todos os cortes pesquisados os preços ficaram praticamente estáveis. Alta de 0,1% em relação à semana anterior.

Para os próximos dias, a volta das exportações pode trazer força para o mercado.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.