Mercado de arroz apresenta sinais de reação

Agronegócio

Mercado de arroz apresenta sinais de reação

Cerca de 35 % da lavoura gaúcha foi financiada com recursos oficiais
Por: -Joana
1374 acessos
O coordenador da Comissão do Arroz da Farsul, Francisco Schardong, identificou sinais de reação no preço do grão no mercado interno em função dos anúncios de medidas governamentais. Schardong citou o resultado do leilão de Prêmio de Escoamento de Produto (PEP) realizado nessa quinta-feira (09) que comercializou 100% da oferta de 100 mil toneladas para o estado, com uma subvenção de R$ 7,40 por saca de 50 kg. “Além disso, já foi marcado para 15 de junho o primeiro leilão de arroz para doações a programas humanitários”, destacou. Ele acrescentou que neste ano houve uma situação atípica no RS: “cerca de 35 % da lavoura foram financiados com recursos oficiais e o restante foi bancado por empréstimos de indústrias e engenhos que receberam o pagamento em arroz e agora este débito dos insumos já estaria quitado, sinalizando que a partir do próximo dia 15 as empresas vão entrar no mercado comprando arroz . A pressão está diminuindo“.

Francisco Schardong ainda aposta no somatório de mecanismos anunciados: contratos de opção pública e privada, PEP, AGF, EGF e doação de 500.000 toneladas, para equilibrar o mercado. “Com estes mecanismos implementados totalmente, haverá déficit de um milhão e 60 mil toneladas no estoque de passagem”, ressaltou Schardong.

Ele também analisou o anúncio da presidente Dilma Roussef de aquisição de 1,2 milhão de toneladas do grão por meio de compra pública. Francisco Schardong disse que há limitações para o imediato efeito do anúncio. “No primeiro momento, o produtor recebe com bastante satisfação, mas analisando friamente verá que é um desafio muito grande porque a capacidade de armazenamento credenciado na Conab não comporta a demanda do anúncio. Assim, se cria mais uma expectativa para o arrozeiro que está desesperado e que não corresponderá imediatamente”, salientou. Para ele, a Conab tem que acompanhar os anúncios com rapidez na análise dos documentos e nas vistorias.
 
 
As informações são da assessoria de imprensa da Farsul

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink