Mercado de biodefensivos deve somar US$ 6,6 bilhões até 2022

BIODEFENSIVOS

Mercado de biodefensivos deve somar US$ 6,6 bilhões até 2022

O aumento se deve a fatores como as restrições aplicadas sobre os defensivos químicos e o controle de resíduos
Por: -Leonardo Gottems
936 acessos

O mercado de defensivos biológicos deverá crescer em cinco anos mais do que o dobro do valor atual. De acordo com Gary Adkins, gerente de produção da Global Adjuvants Company, a perspectiva é de que a comercialização de biodefensivos some US$ 6,60 bilhões até 2022, sendo que apenas no ano passado a quantia foi de US $ 3,22 bilhões. 

Esse aumento pode ser atribuidoa a uma série de fatores como as restrições aplicadas sobre os defensivos químicos tradicionais, adoção e compreensão do Manejo Integrado de Pragas (MIP) e controle de resíduos. Nesse sentido, o gerente de produção comenta que essa visão sustentável da agricultura não se resume apenas na aplicação de defensivos, mas também na produção orgânica em si. 

"A produção Orgânica também é um mercado em crescimento. Em 2016, havia 57,8 milhões de hectares de terras agrícolas orgânicas, e produtos orgânicos com um valor total de cerca de US $ 90 bilhões foram vendidos globalmente, um aumento de 15% em comparação com o ano anterior", afirma. 

Contudo, Adkins acredita que somente os biodefensivos podem não ser suficientes para uma eficácia total na lavoura. Para enfrentar esse problema ele aconselha o uso de adjuvantes específicos para o mercado orgânico, os bioadjuvantes, que não poluem o meio ambiente e pontencializa os efeitos dos defensivos biológicos 

"O controle biológico oferece excelentes possibilidades para melhorar a eficiência de toda a produção agrícola, especialmente a Produção Orgânica, mas precisará de soluções adjuvantes específicas para superar a eficácia e os problemas de uso. Os adjuvantes atualmente disponíveis funcionarão em alguns casos, mas muito mais trabalho é necessário para garantir a compatibilidade. Assim como uma ampla gama de adjuvantes químicos está agora disponível para controles químicos, no futuro, acredito que veremos uma nova gama de bio adjuvantes.", pontua. 

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink