Mercado de capitais é alternativa para financiamento

CRÉDITO SAFRA

Mercado de capitais é alternativa para financiamento

É vital buscar uma alternativa ao modelo de financiamento agrícola atual, pois crédito pode faltar
Por: -Leonardo Gottems
255 acessos

Grandes e médios produtores agrícolas podem usar o mercado de capitais como alternativa para o financiamento da safra. De acordo com o diretor técnico da Sociedade Nacional da Agricultura (SNA), Fernando Pimentel, é vital buscar uma alternativa ao modelo de financiamento agrícola atual em função da situação fiscal do país e a insegurança jurídica do Brasil, que podem comprometer a oferta de crédito nos próximos anos. 

“Essa mudança de cultura de negócios exige ajustes legais nos títulos de crédito Agro, maior governança operacional e equilíbrio do judiciário nas decisões. Muitas vezes, no afã de proteger o devedor, o judiciário acaba prejudicando as cadeias de financiamento. O juiz, em que pese a correta aplicação da Lei, de preservar também o financiador. Eles têm convivido com uma onda de recuperações judiciais, em muitos casos desnecessárias, que tendem a prejudicar o setor como um todo. O Direito Fiduciário é base para o mercado de capitais”, explica Pimentel.

Segundo o diretor da SNA, as instituições financeiras já preparam linhas não reguladas com maior volume: “Existe uma intenção do Governo de fomentar o mercado de capitais em operações estruturadas na forma de FIDC, CRA e CDCA, operadas entre bancos/securitizadoras e empresas que operam crédito comercial”. Essas empresas seriam as indústrias da cadeia produtiva e distribuição de insumos, bem como cooperativas e cerealistas.

Já para os pequenos produtores – inclusive os da agricultura familiar – o caminho pode ser o Crédito Rural Regulado. Pimentel revela que as discussões entre os ministérios da Agricultura e Economia já indicam um direcionamento nesse sentifo: “A ideia central seria subvencionar menos o crédito e mais o seguro rural. Deixando para o mercado o financiamento dos médios e grandes”.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink