Mercado de carne bovina firme na segunda quinzena do mês
CI
Agronegócio

Mercado de carne bovina firme na segunda quinzena do mês

Preços no mercado atacadista se mantiveram sustentados
Por:
Apesar do período do mês, típico de redução nas vendas de carne bovina, os preços no mercado atacadista se mantiveram sustentados na última semana.

No acumulado do período, embora pouco expressivo, houve reajuste médio de 0,6% nos preços dos cortes.

O comportamento de alta para a arroba do boi gordo, com registro de frigoríficos pagando valores acima de R$100,00 em São Paulo durante a semana, faz as indústrias resistirem em reduzir as cotações da carne bovina.

As margens seguem sem força para melhorias e estão no patamar de 20,0% desde o final de março. Há um ano o frigorífico, vendendo a carne desossada, mais subprodutos, couro, sebo e miúdos, obtinha margem de comercialização de 23,0%.

Além do boi gordo cotado em valor 3,1% menor que o atual, a carne bovina sem osso era comercializada a preços 1,0% acima, no mesmo período de abril de 2012.

As escalas de abate curtas reduzem a oferta de carne e também ajudam a ajustar o mercado atacadista.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.