Mercado de celulose deve se recuperar
CI
Imagem: Marcel Oliveira
INDICATIVOS

Mercado de celulose deve se recuperar

Informação é do Rabobank
Por: -Leonardo Gottems

Os preços globais da celulose se mantiveram em patamar baixo ao longo de 2020, após terem recuado na segunda metade de 2019 para o menor patamar em 3 anos (BHKP em USD 450/tonelada na China), segundo o Rabobank. A instituição divulgou o seu relatório sobre perspectivas para o agronegócio brasileiro.

Nesse cenário, o mercado deve se recuperar. “No início de 2020, o mercado esperava uma recuperação nos preços após um forte ajuste de estoques no final de 2019 e começo de 2020, porém, a chegada da pandemia frustrou a recuperação dos preços. Apesar das incertezas globais, com a crise econômica gerada pelo surto de Covid-19, o mercado de celulose manteve-se perto do equilíbrio entre oferta e demanda durante 2020”, comenta.

“Os estoques internacionais iniciaram o ano, próximos de patamares normalizados (45 dias equivalentes) e a rentabilidade baixa ou até negativa para um percentual relevante dos produtores globais de celulose (aproximadamente 20%) acabou limitando a oferta em várias regiões. Assim, o espaço para quedas adicionais de preços em 2020 comprovou-se limitado, e a demanda global mostrou resiliência apesar das incertezas no cenário macroeconômico. Ao longo de 2020, o real depreciado tem ajudado a incrementar as margens dos exportadores brasileiros e colocá-los em uma situação bem mais favorável do que seus pares internacionais, mantendo margens saudáveis apesar dos preços baixos em dólar”, completa.

O principal impacto da crise global do Covid-19 no setor, foi a queda na demanda de papeis de imprimir e escrever, que trouxe uma aceleração da tendência observada nos últimos anos. “Com algumas exceções como a China e outros mercados emergentes, o consumo de papeis de imprimir e escrever diminuía há muito tempo e por vários motivos. A digitalização observada na maioria dos setores da economia global, especialmente em áreas como a educação, a publicidade e os jornais, já mostrava há pelo menos uma década, uma clara tendência de queda no consumo de papel em várias regiões”, conclui. 
 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink