Mercado de reposição no Tocantins: troca está atrativa para o recriador

Boi

Mercado de reposição no Tocantins: troca está atrativa para o recriador

Chuvas ainda não foram suficientes para a recuperação das pastagens
Por:
72 acessos

Receba Notícias como esta por email

Cadastre-se e receba nossos conteúdos gratuitamente

No Tocantins, as chuvas ainda não foram suficientes para a recuperação das pastagens. Cenário, oposto ao observado na região Centro-Sul do país. Devido a isso, o ímpeto por parte de recriadores e invernistas para a compra de animais de reposição está menor por lá, limitando as altas no mercado de reposição. 

A título de comparação, do início do segundo semestre até aqui, a arroba do boi gordo teve valorização média de 6,9% no estado. Já a média de todas as categorias de reposição, as cotações registraram alta de 3,3%. Com a arroba do boi gordo subindo mais do que as cotações da reposição, houve melhora no poder de compra para o recriador e invernista. 

Atualmente no Tocantins o pecuarista compra 2,04 bezerros desmamados anelorados (6@) com a venda de um boi gordo de 16,5@. Em julho, com essa mesma relação de troca comprava-se 1,94 bezerro. Ou seja, melhora de 4,7% na relação de troca para o recriador. Com o maior poder de compra atual e a expectativa de melhora nas pastagens no curto prazo, a procura por negócios no mercado de reposição tende a aumentar, o que pode trazer recuperação nas cotações para a reposição.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink