Mercado do boi gordo: dificuldade de compra em preços menores
CME MILHO (DEZ/20) US$ 4,126 (0,05%)
| Dólar (compra) R$ 5,61 (0,05%)

Imagem: Marcel Oliveira

BOI GORDO

Mercado do boi gordo: dificuldade de compra em preços menores

A pressão de baixa sobre as cotações nas ordens de compra das indústrias paulistas surte pouco efeito
Por:
350 acessos

A pressão de baixa sobre as cotações nas ordens de compra das indústrias paulistas surte pouco efeito. Embora a demanda esteja fraca, a oferta de gado, por outro lado está limitada, fator que tem contido as pressões negativas e impedindo recuos na cotação da arroba. 

Em São Paulo, a referência para o boi comum ficou estável na última terça-feira (7/7) na comparação dia a dia, em R$220,00/@, bruto e à vista. As escalas de abate atendem, em média, três dias. 

Em Dourados-MS, algumas indústrias da região, as que estão com escalas de abate mais confortáveis, aproveitam o momento para testar o mercado e abriram as compras derrubando a cotação em R$2,00/@. O boi gordo ficou cotado em R$210,00/@, considerando o preço bruto, a prazo, R$209,50/@, com desconto do Senar, e R$207,00/@ com desconto do Funrural e Senar.

O volume de compras foi irrisório. A expectativa fica por conta da reação do consumo de carne bovina no mercado interno com o recebimento dos salários e dos auxílios ao longo dessa semana.

Anúncios que podem lhe interessar


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink