Mercado do boi gordo ainda pressionado em algumas regiões
CI
Agronegócio

Mercado do boi gordo ainda pressionado em algumas regiões

A pressão de baixa diminuiu devido à retenção do pecuarista, que está refugando as ofertas de compra com valores deprimidos
Por:
O mercado do boi gordo está estável em São Paulo. Os negócios ocorrem ao redor de R$98,50/@, à vista, livre de imposto.

A pressão de baixa diminuiu devido à retenção do pecuarista, que está refugando as ofertas de compra com valores deprimidos.

As escalas atendem cerca de três dias no estado.

Ainda assim, a oferta tem permitido que frigoríficos que compram animais das praças vizinhas testem valores mais baixos.

Mato Grosso do Sul, Bahia, Tocantins e Goiás são regiões onde a pressão de baixa é mais expressiva.

A oferta de fêmeas têm sido maior, o que colabora com o preenchimento das escalas e mantém o mercado do boi gordo com ofertas menores.

Atualmente, as pastagens em boas condições permitem que o pecuarista mantenha os animais no pasto, agregando valor através do ganho de peso.

No mercado atacadista de carne sem osso, os preços recuaram nos últimos dias, mesmo com o varejo aumentando as cotações para o início de mês.

No atacado com osso, que responde mais rapidamente aos movimentos de mercado, os preços do dianteiro reagiram.

Isto pode melhorar o cenário de preço para boi gordo em curto prazo, uma vez que as escalas não estão longas.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.