Boi

Mercado do boi segue pressionado

Mesmo com o feriado da última terça-feira (1/5) e, consequentemente, um dia a menos de compra, o rumo do mercado do boi gordo ainda é de queda
Por:
52 acessos

Maio apenas começou, mas por enquanto, mesmo com o feriado da última terça-feira (1/5) e, consequentemente, um dia a menos de compra, o rumo do mercado do boi gordo ainda é de queda. A maior oferta de boi gordo e vaca gorda, boa parte decorrente do aumento do descarte de fêmeas, tem sido suficiente para atender a demanda e possibilitar às indústrias pressionar o mercado.

A menor capacidade de suporte das pastagens é outro fator que também resultado com a maior disponibilidade de animais para o abate. O cenário de baixa no mercado do boi, aliás, tem sido comum em 2018, em Goiás, por exemplo, o preço da arroba do boi gordo caiu 11,6% no último quadrimestre, considerando a região sul do estado. Até o momento, esta é a região com maior desvalorização no período. No mercado atacadista de carne bovina com osso, a entrada do mês e a proximidade com o dia das mães, segundo melhor feriado para o varejo, colaboraram para firmeza nos preços.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink