Mercado vira a chave, firma e chega a R$ 40,37. Colheita: 60% no RS

Arroz

Mercado vira a chave, firma e chega a R$ 40,37. Colheita: 60% no RS

Março encerrou com pequena alta de 0,7%, mas abril começou com saca de arroz valorizada em 78 centavos em três dias
Por:
518 acessos

O mês de março encerrou com mais de 50% das lavouras gaúchas de arroz colhidas e o indicador de preços da saca de 50 quilos do grão em casca no estado, Esalq/Senar-RS com mínima alta de 0,7%, e cotação de R$ 39,59. Com a disparada do dólar na parte final do mês, a equivalência/saca chegou a R$ 10,11. Foi um mês importante, pois marcou uma virada da"chave" para o mercado que parou de cair,estabilizou e deu a base necessária para que abril começasse com valorização. O indicador chegou a R$ 40,37 nesta quarta-feira, 03/04, com equivalência em R$ 10,43 dólares. Ou seja, com as oscilações do câmbio, ainda bastante atrelado ao humor das relações políticas entre Executivo e Legislativo nacional, do último dia útil de março até agora, em dólares, o arroz brasileiro subiu 32 cents.

Alguns fatores têm sido determinantes para essa mudança no cenário de preços. O primeiro deles é de que finalmente a indústria “fez a leitura” da frustração da safra. Além da queda de 70 mil hectares cultivados e das perdas de mais 20 mil, a chegada dos grãos de 50% das áreas confirmou o que os arrozeiros vinham dizendo, uma quebra de 10 a 12% em produtividade. Muitos grãos falhados e chochos começaram a ser detectados, reduzindo ainda mais a projeção da safra gaúcha.

Com isso, em que pese as grandes empresas do ramo abastecidas e esperando o reforço do produto financiado por CPRs, as pequenas e médias indústrias redimensionaram a sua necessidade de matéria-prima e foram ao mercado. Muito mais com sondagens do que com negócios concretizados. Mas, esse movimento e a certeza de que a oferta será bem menor, foi o suficiente para a reação das cotações.

Essa valorização em plena colheita dá esperanças ao agricultor de que os preços se elevem e, pela primeira vez em três safras, tenha rentabilidade. As referências em quase todas as praças gaúchas estão acima de R$ 40,00.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink