Mercosul apoia agricultura familiar em busca do mercado europeu

MERCADO EUROPEU

Mercosul apoia agricultura familiar em busca do mercado europeu

O encontro conta ainda com delegações de outros países que não integram o grupo, como Colômbia e Chile
Por:
142 acessos

Instituições do governo e organizações sociais com vínculos à agricultura familiar em países que integram o Mercado Comum do Sul (Mercosul) encerram nesta quinta-feira (31) o debate sobre as políticas públicas para fortalecer o segmento agrícola, realizado em Chapecó/SC, durante a Reunião Especializada da Agricultura Familiar no Mercosul (Reaf).

A reunião é fruto de acordo do Mercosul com a União Europeia, por onde devem surgir oportunidades e desafios para a agricultura familiar dos países integrantes na nova parceria. Um dos temas apresentados nesta edição é o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), mecanismo operacional da agricultura familiar executado pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). O programa oferta a pequenos produtores a possibilidade de comercializarem seus produtos com a posterior doação desse alimentos a instituições socioassistenciais da região.

O gerente de Apoio aos Negócios e à Comercialização de Empreendimentos Familiares da Companhia, Marisson de Melo Marinho, explica as regras do programa e divulga algumas mostras de experiências bem-sucedidas neste tipo de operação. O cronograma do encontro inclui também a visita a uma cooperativa de agricultores familiares catarinense.

A Reaf é o fórum oficial que reúne no bloco econômico Argentina, Brasil, Paraguai e Uruguai que, entre outros planos, visa promover o comércio dos produtos da agricultura familiar e facilitar a comercialização na região do mercado comum. O encontro conta ainda com delegações de outros países que não integram o grupo, como Colômbia e Chile. A reunião é realizada há 15 anos, sempre com o objetivo de fortalecer a agricultura familiar dos membros do grupo internacional. Atualmente, e o Brasil é o coordenador da reunião, como presidente pro tempore.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink