Merial avança em assuntos regulatórios com antecipação de farmacovigilância em saúde animal
CI
Agronegócio

Merial avança em assuntos regulatórios com antecipação de farmacovigilância em saúde animal

Patrícia Schwarz Borchardt está à frente do projeto
Por:

Patrícia Schwarz Borchardt, diretora de assuntos regulatórios da Merial, está à frente do projeto que organizou o fluxo de informações e os conectou a área de Pesquisa e Desenvolvimento e Farmacovigilância Global do grupo, interligado ao sistema da União Europeia de Farmacovigilância.
 
A Merial, líder mundial em saúde animal, segue seu processo de reforço na liderança em mercados expressivos, com maiores investimentos para reforçar a posição de plataforma global de exportações no país. Atuando de maneira mais intensa em questões regulatórias desde a chegada de Patrícia Schwarz em 2014, a Merial contabiliza importantes ganhos nas relações com os principais órgãos e entidades do setor.  Com atuação alinhada com a LAPAC, braço da multinacional para negócios na América Latina e Pacífico, a área de assuntos regulatórios da Merial  tem entre seus principais objetivos o foco na manutenção e ampliação das sólidas relações com o Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (MAPA) e entidades relacionadas.
 
Uma das mais recentes conquistas da Merial, a antecipação nacional da oferta de uma plataforma eficiente e globalmente interligada de farmacovigilância foi fruto desse bom relacionamento conquistado e também agilidade processual da área. “Temos atualmente mais de 600 funcionários conectados, com um canal único, e treinamentos anuais com a equipe completa, onde cada colaborador pode atuar como um agente, pois conhece toda a dinâmica da empresa. Hoje mantemos uma média de início de planos de ações aos questionamentos em até 24 horas, o que é um ganho muito importante para a resposta final ao cliente.”, informa Patrícia Schwarz Borchardt.
 
A Merial investiu mais de um milhão de reais no projeto, incluindo treinamentos, sistemas e equipamentos. Na prática isso significa maior rapidez e segurança para identificar rapidamente informações, garantir qualidade dos produtos, fluxo de exportação para mercados altamente exigentes, entre outros. “Além dessa unificação de canal, nossa estrutura de farmacovigilância possui uma equipe alocada dentro do SAC da empresa, que está apta para atender todos os países da América Latina onde a Merial atua. Até 2016 existe ainda a previsão de ampliação dos serviços com a execução de treinamentos paraa cadeia de distribuição.”, ressalta Patrícia Schwarz.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.