Mês mais curto determina recuo nos embarques de carne de frango
CME MILHO (DEZ/20) US$ 4,090 (1,09%)
| Dólar (compra) R$ 5,61 (0,12%)


Agronegócio

Mês mais curto determina recuo nos embarques de carne de frango

Por:
547 acessos
Considerando-se que o período foi “10% mais curto” (março de 2012: 22 dias úteis; abril de 2012: 20 dias úteis), não foi de todo ruim o desempenho das exportações brasileiras de carne de frango no quarto mês do ano. Pois em abril, conforme a SECEX/MDIC, o volume de produto in natura exportado recuou pouco mais de 11,12% em relação ao mês anterior, somando 298,504 toneladas – o que, diga-se de passagem, correspondeu ao segundo maior volume de 2012.


E se, no volume, houve certa equidade com o mês anterior, o mesmo ocorreu com o preço médio do produto, que também recuou, mas pouco mais de meio por cento. Os dois desempenhos, claro, se refletiram na receita cambial do mês, que recuou 11,65% em valores nominais, mas apenas 2,82% em valores reais (isto é, levando em conta que abril foi “10% mais curto”).


Comparativamente ao mesmo mês do ano passado, houve avanço no volume embarcado. Mas muito tímido, de apenas 3,11%. Como, adicionalmente, o preço médio apresentou queda de 5,13%, a receita cambial também terminou negativa, com redução de 2,18%.

Os embarques de carne de frango in natura acumulados no primeiro quadrimestre vão pouco além de 1,185 milhões de toneladas e são 1,88% maiores que os registrados no mesmo período de 2011.



Anúncios que podem lhe interessar


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink