Mesmo com a produção regional, preço do etanol inviabiliza uso do combustível
CI
Agronegócio

Mesmo com a produção regional, preço do etanol inviabiliza uso do combustível

Etanol acumula elevação de 13% neste mês
Por:
O combustível legitimamente brasileiro e “ecologicamente correto” está cada vez menos acessível aos donos de veículos. O etanol vem em crescente alta desde janeiro e acumula elevação de 13% neste mês. Em Umuarama, o combustível pode ser encontrando em alguns postos ao valor de R$ 2,24, mesmo a cidade sendo localizada próxima a cinco usinas de moagem de cana-de-açúcar.

Segundo dados da Agência Nacional de Petróleo (ANP), em dezembro de 2013 o etanol era repassado ao consumidor de Umuarama com média de R$ 1,93 o litro. No mês de janeiro passado, o combustível começou a subir apresentando mínima de R$ 1,95 e média de R$ 2,00. Hoje, mesmo com plantações de cana-de-açúcar espalhadas em toda região, o produto chegou ao topo ficando inviável para o consumidor.

De acordo com pesquisa do Procon de Umuarama, os valores do etanol praticados nos postos de combustível alteram entre R$ 2,10 a R$ 2,24. Os umuaramenses tentam buscar opções, mas os preços praticados na cidade, muito parecidos, não proporcionam saída aos motoristas. Com a alta, o jeito é recorrer à gasolina, para quem tem motor bicombustível (flex).

Alguns proprietários de postos de combustível esperam que no próximo mês os preços diminuam, com o início da safra marcado para nos próximos dias. A redação do Umuarama Ilustrado buscou informações junto com a Associação de Produtores de Álcool e Açúcar do Paraná (Alcopar), porém não conseguiu informação a respeito de valores e safra.

Em entrevistas concedidas na semana passada, o superintendente da Associação dos Produtores de Álcool e Açúcar do Estado (Alcopar), Adriano Dias, afirmou que até o final do mês 16 das 28 usinas em operação no Estado estarão em atividade. Ele não forneceu nenhum dado para comparação, mas afirmou que em igual período do ano passado o número de unidades trabalhando era "muito maior".

Estimativas preliminares da entidade dão conta de que a moagem deve atingir, no máximo, 42 milhões de toneladas, mesmo volume observado em 2013/14.

Saiba qual é o combustível usar:

1 - Descubra o consumo de seu automóvel (em quilômetros por litro) com cada combustível A informação pode estar no manual do veículo ou no computador de bordo, se houver. Outra alternativa é observar quantos quilômetros o carro rodou com um tanque deste ou daquele combustível.
2 - Divida o consumo do etanol pelo da gasolina. Se com etanol o veículo roda 7 km/l e com gasolina, 10,5 km/l, o resultado da conta será de aproximadamente 0,67. Isso quer dizer que, no seu carro, o álcool rende o equivalente a 67% da gasolina.
3 - Divida o preço do etanol pelo da gasolina. Se o resultado for menor que 0,67, vale a pena abastecer com álcool. Se der exatamente 0,67, tanto faz o combustível. Acima disso, use gasolina.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink