Meteorologia prevê chuva em áreas isoladas da Região Sul


Agronegócio

Meteorologia prevê chuva em áreas isoladas da Região Sul

No Rio Grande do Sul, onde os termômetros devem marcar 38 graus Celsius, pode chover, mas em áreas isoladas
Por:
577 acessos
O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) alerta para a ocorrência de chuva forte e trovoadas hoje (11) em áreas isoladas no leste de Santa Catarina, centro e leste do Paraná. No Rio Grande do Sul, onde os termômetros devem marcar 38 graus Celsius, pode chover, mas em áreas isoladas. O último boletim divulgado pela Defesa Civil ontem à noite mostra que o número de pessoas afetadas pela falta de chuvas no estado, que de manhã era de 531 mil, subiu, até o fim do dia, para 978.979. São 166 municípios em estado de emergência.


Uma comitiva, formada por secretários e técnicos do governo gaúcho, embarca hoje para Brasília com o objetivo de agilizar a liberação dos R$ 18 milhões que a União se comprometeu a liberar para amenizar os prejuízos. O grupo deve pedir ao governo federal um reforço de mais R$ 20 milhões. Esses recursos deverão ser aplicados na construção de poços artesianos, em kits, em caixas d'água, alimentação para o gado, sementes para o plantio e ajuda humanitária.

No extremo oeste de Santa Catarina, uma das regiões afetadas pela estiagem, o sol aparece com aumento de nuvens a partir da tarde. O deslocamento de uma frente fria pelo Rio Grande do Sul vai provocar pancadas isoladas de chuva no oeste e meio-oeste. Há risco de temporais isolados, descarga elétrica e queda de granizo.

O Centro de Informações de Recursos Ambientais e de Hidrometeorologia (Epagri) informa que a chuva prevista para esta quarta-feira não é suficiente para resolver os problemas de déficit e de abastecimento de água.

Segundo a Defesa Civil, 67 municípios decretaram estado de emergência e 429.314 pessoas sofrem de alguma forma com a falta de chuva. O governo do estado tem repassado recursos para as cidades mais atingidas, para o transporte de água às famílias e animais, bem como a terceirização de equipamentos para a produção de silagem e outras atividades que possam amenizar de imediato a situação.

No Paraná, sobe para 19 o número de municípios monitorados pela Defesa Civil, localizados nas regiões oeste e sudoeste do estado. O total de pessoas afetadas é 108.942. Até o momento, nenhum município decretou situação de emergência, pois estão sendo feitos os trabalhos de avaliação dos danos.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink