Método converte luz solar em combustível

ESTUDO

Método converte luz solar em combustível

Processo se assemelha a fotossíntese
Por: -Leonardo Gottems
307 acessos

Receba Notícias como esta por email

Cadastre-se e receba nossos conteúdos gratuitamente
Obrigado por se cadastrar
  • Enviamos a você um email de boas vindas para ativação de seu cadastro.

Pesquisadores de Cambridge, no Reino Unido, desenvolveram um novo método que é capaz de converter a luz solar em combustível. Durante o trabalho, eles conseguiram "dividir" a água em hidrogênio e oxigênio, alterando a maquinaria fotossintética das plantas, o processo usado para converter a luz do sol em energia. 

De acordo com os próprios pesquisadores, o processo desenvolvido por eles conseguiu absorver mais energia solar do que a própria fotossíntese realizada pelas plantas para sobreviver e gerar oxigênio. Segundo o principal autor do estudo, Katarzyna Soko, estudante de doutorado na faculdade de St John, o processo de fotossíntese das plantas não seria suficiente para o que eles estavam tentando desenvolver. 

"A fotossíntese natural não é eficiente porque evoluiu simplesmente para produzir o que as plantas precisam para sobreviver, assim que faz a menor quantidade de energia necessária é de cerca de entre 1 e 2 por cento do que poderia converter e armazenar”, explicou ele. 

O estudo afirmou que a fotossíntese artificial existe há décadas, mas ainda não foi usada com sucesso para criar energia renovável, pois se baseia no uso de catalisadores, que geralmente são caros e tóxicos. Isso significa que o processo ainda não pode ser usado para elevar as descobertas a um nível industrial, conseguindo produzir combustível suficiente para ser utilizado na indústria. 

“Este trabalho supera muitos desafios difíceis associados à integração de componentes biológicos e orgânicos em materiais inorgânicos para a montagem de dispositivos semi-artificiais e abre uma caixa de ferramentas para desenvolver futuros sistemas de conversão de energia solar", conclui.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink