Método integrado de recuperação de pastagens: Mirapasto

Agronegócio

Método integrado de recuperação de pastagens: Mirapasto

Mirapasto propõe a adoção de forma continuada de quatro práticas de manejo
Por:
1023 acessos

Mirapasto propõe a adoção de forma continuada de quatro práticas de manejo

O Dia de Campo na TV vai mostrar práticas que devem ser adotadas pelo produtor para reverter a degradação do pasto e aumentar a produção bovina com o Mirapasto – Método de Recuperação de Pastagens Degradadas, planejado pelo pesquisador Naylor Perez, e baseado em quatro pilares de manejo, que unem práticas inovadoras a outras já conhecidas pelo produtor rural. Esses procedimentos, utilizados de forma conjunta e sistemática, viabilizam a recuperação de pastagens degradadas, preservando espécies forrageiras e melhorando a capacidade produtiva da pastagem.

O Mirapasto propõe a adoção de forma continuada de quatro práticas de manejo: o ajuste da oferta de pasto; a correção e manutenção da fertilidade do solo; o controle de plantas indesejáveis, incluindo o capim-annoni, através da aplicação seletiva de herbicida e a introdução de espécies forrageiras por semeadura direta, tanto de inverno como de verão. As informações podem ser acessadas gratuitamente na cartilha do Mirapasto em: https://www.embrapa.br/pecuaria-sul/busca-de-publicacoes/-/publicacao/1023496/metodo-integrado-de-recuperacao-de-pastagens-mirapasto-foco-capim-annoni

Boa parte das pastagens do Brasil sofre com alguma degradação, abrindo espaço para o surgimento de plantas invasoras. Experimentos realizados nos últimos anos nos campos da Embrapa Pecuária Sul, em Bagé- RS, mostram que os resultados com a adoção das práticas do método são positivos, principalmente no combate da espécie invasora capim-annoni, a principal causa de degradação das pastagens no Sul do país. Em uma das áreas experimentais, mais de 80% do total de matéria-seca era formada por capim-annoni em 2011 antes da implantação do Mirapasto. Três anos depois este índice caiu para próximo a zero com a aplicação do método.

O Mirapasto é fruto de diferentes trabalhos realizados na Embrapa para o combate e o controle do capim-annoni nos Campos Sul-brasileiros, espécie exótica introduzida acidentalmente e que hoje é disseminada em toda a região. Porém, Naylor Perez ressalta que o Mirapasto pode ser aplicado nos outros biomas brasileiros e em outras situações de pastagens degradadas, bastando pequenos ajustes.

O Dia de Campo na TV "Método integrado de recuperação de pastagens: Mirapasto" foi produzido pela Embrapa Informação Tecnológica (Brasília-DF) em parceria com a Embrapa Pecuária Sul (Bagé-BA), unidades da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Além do tema principal o programa aborda outros assuntos nos quadros – Agência Embrapa de Notícias, Sempre em Dia; Repórter em Campo; Na Mesa; Quem quer ser cientista; Minuto do Livro e Ciência e Tecnologia em Debate.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink