MG: Epamig lança série de livros gratuitos sobre agroecologia
CI
Imagem: Divulgação
AGROECOLOGIA

MG: Epamig lança série de livros gratuitos sobre agroecologia

Primeiros livros da série abordam manejo de doenças de plantas

A Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (Epamig), vinculada à Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa), vai disponibilizar livros gratuitos sobre práticas agroecológicas. O lançamento das três primeiras obras ocorrerá na quinta-feira (17), às 18h, no canal da Epamig no YouTube (veja programação a seguir). Entre os temas estão as práticas agroecológicas para o manejo de doenças de plantas, a produção sustentável de plantas medicinais e o manejo ecológico de pragas da cultura da pimenta.

Os livros contêm resultados de trabalhos e tecnologias geradas pelo Programa Estadual de Pesquisa (PEP) em agroecologia da Epamig. Segundo a pesquisadora da empresa, Madelaine Venzon, o material foi pensado para funcionar como guias para agricultores, estudantes e público em geral.

"A linguagem dos livros é de fácil compreensão. Além disso, eles são ricamente ilustrados. Esses são diferenciais importantes que vêm para somar às outras ações de popularização da ciência do PEP de agroecologia da Epamig", ressalta Madelaine.

Exemplares impressos dos livros serão distribuídos gratuitamente para as pessoas presentes em eventos sobre agroecologia promovidos pela Epamig. Também, os materiais estarão disponíveis para download no site da empresa (clique aqui). Ainda segundo Madelaine, o evento de lançamento da próxima quinta-feira (17) marcará o início de uma série que ainda vai contar com outros títulos no mesmo formato.

Manejo doenças de plantas

Um dos fatores responsáveis por reduzir a produtividade agrícola é a proliferação de doenças nas áreas de cultivo, o que causa grandes prejuízos ao produtor rural. A busca por métodos alternativos de controle das doenças é cada vez mais urgente.

Dentro dos conceitos da agroecologia, as formas de manejo adotadas são importantes para reduzir alguns efeitos nocivos causados ao meio ambiente pela agricultura convencional. Segundo a pesquisadora da Epamig, Wânia Neves, as práticas agroecológicas têm foco na preservação e na recomposição da fertilidade do solo, bem como na melhoria da qualidade dos alimentos.

O livro "Práticas agroecológicas para o manejo doenças de plantas" contribui para difundir práticas de prevenção e redução das principais doenças no campo sem que haja danos ao meio ambiente e aos animais.

Plantas medicinais

As plantas medicinais estão cada vez mais em alta, sobretudo associadas aos programas oficiais do Sistema Único de Saúde (SUS). Esses programas têm incentivado a produção sustentável, inclusive como alternativa de diversificação de produção e de renda complementar em pequenas propriedades rurais.

O destaque nos modos de cultivo de plantas medicinais fica com os sistemas orgânicos e agroecológicos. De acordo com a pesquisadora da Epamig, Maira Fonseca, por se tratar de produtos vegetais utilizados para a saúde, é preciso que as plantas com fins terapêuticos sejam livres de resíduos de agrotóxicos e de outros contaminantes.

O livro "Produção sustentável de plantas medicinais" apresenta informações técnicas de 16 espécies de plantas medicinais selecionadas para uso no SUS de Minas Gerais, além de informações gerais de cultivo e modos de preparo.

Manejo de pragas em pimenta

A cultura da pimenta é de grande importância econômica, social e cultural, principalmente em regiões que são produtoras e consumidoras, como Minas Gerais. No estado, a produção de pimenta é caracterizada em grande parte pela agricultura familiar e pelo plantio predominante da pimenta-malagueta.

Nesses plantios, é comum o ataque de pragas e doenças, o que exige manejo adequado para que não haja prejuízos econômicos ao produtor. A pesquisadora da Epamig, Madelaine Venzon, conta que o livro "Identificação e manejo ecológico de pragas da cultura da pimenta" reúne informações técnicas e apresenta as principais características das pragas-chave da cultura da pimenta, dos seus inimigos naturais e as alternativas de controle.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink