MG: incentivo à irrigação aumenta produtividade em Bonfinópolis de Minas
CI
Imagem: Marcel Oliveira
AGRICULTURA

MG: incentivo à irrigação aumenta produtividade em Bonfinópolis de Minas

O Programa Municipal de Irrigação de Bonfinópolis de Minas já beneficiou mais de 40 famílias rurais do município
Por:

O Programa Municipal de Irrigação de Bonfinópolis de Minas, batizado de IrrigaBom, já beneficiou mais de 40 famílias rurais do município, na região Noroeste de Minas Gerais. Seja com repasse de recursos para os produtores implantarem sistemas de irrigação, ou com doação de kits prontos, o estímulo à utilização mais racional dos recursos hídricos mostra resultados surpreendentes. Em 2012, antes da implantação do programa, a Associação dos Produtores de Leite de Bonfinópolis de Minas forneceu cerca de 38 mil litros de leite para um grande laticínio da região. Já em 2017, esse volume saltou para mais de 146 mil litros.

Esse é um dos exemplos apresentados com orgulho por Orismar Alves Rocha, extensionista agropecuário da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Minas Gerais (Emater-MG). O sucesso da iniciativa levou a prefeitura a ampliar os recursos repassados, de R$ 4 mil para R$ 6 mil por produtor que aderir ao programa de irrigação. Além da administração municipal, outro parceiro que aderiu ao Irrigabom foi a Companhia de Desenvolvimento do Vale do São Francisco (Codevasf), que cedeu aos produtores, por meio de emenda parlamentar, 28 kits de irrigação convencional por aspersão, capazes de cobrir uma área de um hectare, cada.

De acordo com o extensionista Orismar, os requisitos para obter os benefícios são participar de capacitação técnica e se comprometer a seguir as orientações técnicas da Emater-MG e da Secretaria Municipal de Agropecuária e Meio Ambiente.

A ideia de incentivar a irrigação nas propriedades surgiu em 2012, ano em que se acentuaram os períodos de grave estiagem na região Noroeste de Minas. Gerais. “Inclusive, naquele período era sempre solicitado à Emater a elaboração de laudos constatando a grave situação do município de Bonfinópolis de Minas, para que fosse decretado situação de emergência em virtude da seca, que em alguns anos chegou a durar 9 meses”, conta Orismar. Segundo o extensionista, começou então uma aproximação com a Codevasf, que financiava projetos de abastecimento de água para a região, sendo que a elaboração dos projetos ficava a cargo da Emater-MG. E o município de Bonfinópolis de Minas, apesar de rico em cursos d'água, ainda engatinhava na exploração de sistemas de irrigação para pequenas propriedades.

Os recursos repassados pela Codevasf para a aquisição dos kits de irrigação foram da ordem R$ 280 mil. E a prefeitura investiu aproximadamente R$ 45 mil, até 2019. Já a participação da Emater-MG foi a orientação técnica, sem investimento financeiro direto, pois as visitas às propriedades eram feitas quando já havia alguma atividade programada para a região do projeto.

E Orismar Rocha ressalta ainda que, além da bovinocultura de leite, outro setor que despontou no município, com a expansão dos sistemas de irrigação, foi a fruticultura, principalmente o plantio do maracujá, que é irrigado por gotejamento, o que ajuda a evitar desperdícios de água. Já são mais de 15 produtores de maracujá no município, com uma produção superior a 100 toneladas da fruta, entre os anos de 2018 e 2019.

Outro ponto positivo destacado pelo extensionista é que a irrigação proporciona maior produtividade em um menor espaço de área, o que contribuiu para a diminuição da necessidade de supressão de novas áreas de vegetação nativa para a produção de alimentos.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink