MG anuncia R$ 1,4 milhão para melhorias nos Mercados Livres do Produtor
CI
Agronegócio

MG anuncia R$ 1,4 milhão para melhorias nos Mercados Livres do Produtor

Conselho gestor da Seapa definiu as aplicações de recursos
Por:
Conselho gestor da Seapa definiu as aplicações de recursos, que serão utilizados em reparos na estrutura, compra de caixas plásticas e melhoria na segurança
A Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Minas Gerais (Seapa) informa que recursos da ordem de R$ 1,4 milhão serão disponibilizados para a realização de melhorias nos Mercados Livres do Produtor (MLPs) da CeasaMinas. O valor, referente ao superávit apurado na avaliação financeira desses mercados, já está sendo utilizado conforme programação do Conselho Gestor dos MLPs, presidido pela secretaria. Os investimentos, como reparo na estrutura física, compra de caixas plásticas e melhoria na segurança, serão feitos até 2013.

Os mercados livres funcionam em galpões instalados em cada um dos entrepostos da Ceasa no Estado. Nesses locais, os produtores de hortigranjeiros negociam diretamente com os compradores, constituídos por sacolões, supermercados, hipermercados, hotéis, restaurantes e outros.

Segundo o superintendente de Gestão dos MLPs da Seapa, Lucas Scarascia, uma das vantagens dessas unidades de comercialização é a oferta dos hortigranjeiros com suas condições preservadas. “Além disso, a possibilidade de livre negociação estimula as vendas”, acrescenta.

O MLP localizado no entreposto de Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, respondeu, em 2011, pela comercialização de 796 mil toneladas de hortigranjeiros, ou 83% do total registrado nos seis mercados livres instalados nos entrepostos do Estado. Além do MLP da Ceasa de Contagem, há mercados livres nas unidades de Juiz de Fora, na Zona da Mata, Governador Valadares e Caratinga, no Leste, Barbacena, no Campo das Vertentes, e Uberlândia, no Triângulo Mineiro.

Benefícios para toda a rede

Todos os mercados livres integrados à CeasaMinas serão beneficiados pelos recursos gerados pelo superávit, ressalta o superintendente. Parte do valor apurado e agora integrado ao Fundo de Reserva dos MLPs destina-se à aquisição de 50 mil caixas plásticas higienizáveis que serão utilizadas para o acondicionamento dos produtos hortícolas nesses mercados.

O sistema de caixas plásticas, instituído pelo governo federal, pode ajudar na redução de perdas e na manutenção da integridade e qualidade dos produtos. Scarascia diz que as caixas ajudam também na proteção contra a propagação de agentes de contaminação. Neste caso, ele explica, o sistema facilita o atendimento às normas sanitárias necessárias à segurança alimentar.

Parte dos recursos do fundo de reserva já foi utilizada para a aquisição de dois compactadores de lixo destinados à preservação do ambiente e melhoria do aspecto visual do MLP do entreposto de Contagem. No mesmo entreposto serão feitos reparos também na estrutura física do mercado livre, que foi construído há cerca de 40 anos. Assim como a Ceasa de Contagem, a de Caratinga também receberá projetos técnicos para a melhoria dos estacionamentos.

Scarascia acrescenta que o superávit vai possibilitar a melhoria do sistema de segurança nos MLPs de Uberlândia, Governador Valadares e Caratinga, mediante a instalação de circuito fechado de TV. Os recursos do superávit vão atender ainda a investimentos em projeto técnico para construção, na Ceasa de Uberlândia, de uma central de distribuição da agricultura familiar com o objetivo de atender aos mercados institucionais da região.

CeasaMinas

A CeasaMinas foi federalizada em 2000. Por meio do Decreto 40.963, publicado naquele ano, permaneceram sob domínio do Estado os MLPs instalados nos entrepostos da central. De acordo com Scarascia, o Conselho Gestor dos MLPs, criado em 2005, foi reformulado em 2012. Atualmente é formado por doze representantes, sendo seis do setor público e os demais indicados por associações dos produtores que atuam nos mercados livres instalados nas Ceasas do interior de Minas. “O caráter paritário do conselho dá legitimidade ao exame das contas dos MLPs e à destinação dos recursos excedentes”, finaliza o superintendente.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink