MG avalia circulação viral da febre aftosa por meio de monitoramento sorológico
CI
Agronegócio

MG avalia circulação viral da febre aftosa por meio de monitoramento sorológico

Objetivo é atestar o Estado como zona livre
Por:

O Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA) realizará durante o mês de junho, em todo o Estado, um monitoramento sorológico de circulação do vírus da febre aftosa. O objetivo é apoiar a certificação de ausência de circulação viral em Minas Gerais, que é uma zona livre com vacinação.

Estão previstas 7.008 coletas de amostras de soro em 169 municípios e 219 propriedades selecionadas. As análises serão realizadas pelo Laboratório Nacional Agropecuário de Minas Gerais (Lanagro/MG).

O diretor-geral do IMA, Altino Rodrigues Neto, explica que o com este estudo será possível conferir a condição sanitária dos rebanhos e atender os requisitos do mercado para exportação. “A ação também é importante para manter o status de zona livre de febre aftosa com vacinação perante a Organização Mundial de Saúde Animal (OIE)”, afirma.

A realização dos estudos sorológicos segue determinação do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e será efetuada por todos os Estados que integram a zona livre de febre aftosa com vacinação, reconhecidos internacionalmente.

Além de Minas Gerais, os estados envolvidos nos estudos são Acre, Rondônia, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás, Distrito Federal, Tocantins, Bahia, Sergipe, Espírito Santo, Rio de Janeiro, São Paulo, Paraná, Rio Grande do Sul e parte das zonas livres do Amazonas e Pará.

Treinamento 

Para tornar o procedimento mais eficiente, o IMA treinou, nos dias 21 e 22 de maio, 20 médicos veterinários assistentes técnicos, um de cada Coordenadoria Regional do Instituto, que realizarão os exames nos animais.

O treinamento envolveu a metodologia para execução do monitoramento e os resultados da última sorologia, realizada em 2010.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink