Milheto é boa opção na safrinha
CI
Imagem: Marcel Oliveira
ALTERNATIVA

Milheto é boa opção na safrinha

Trabalhos demonstram aumento de produtividade da soja sobre a palhada de milheto
Por: -Eliza Maliszewski

O milheto pode ser uma boa opção de lucro na safrinha. Usado mais comumente para produção de palhada, proteção e melhorias dos solos, que também se mostra uma boa alternativa para a comercialização de grãos.

A cultura é conhecida por promover ganhos no solo como a descompactação e redução dos nematoides como o Pratylenchus brachyurus, beneficiando as culturas seguintes como a soja. A alta qualidade do grão já atinge de 40 a 50 sacas por hectare. Também se destaca pela liquidez, atingindo até 90% do preço do milho na maioria das regiões produtoras. 

Trabalhos a campo em lavouras comerciais, realizados pelo Departamento de Pesquisa ATTO Sementes, demonstram que o aumento de produtividade da soja, sobre a palhada de milheto, pode chegar a 3,48 sacas a mais por hectare, resultado esse obtido na média de quatro safras consecutivas. “Por sua alta sinergia com a soja, o agricultor consegue ganhos diretos e indiretos com a cultura do milheto, aumentando a sua rentabilidade como um todo”, relata Juca Matielo, diretor comercial.

O milheto híbrido granífero também pode ser usado para alimentação animal como aves, suínos e bovinos, rendo teor de proteína na casa dos 14%, sendo de alta qualidade e menos custo. “Na formulação de rações, o custo mais elevado é o da proteína. E, quando o farelo de soja fica mais caro, o milheto acaba tendo uma competitividade imbatível”, relata o melhorista-chefe da Atto, Luiz Bonamigo. Ele ainda cita a questão de o milheto poder ser usado in natura, sem a necessidade de moer, gerando, então, uma economia com energia elétrica no processamento da ração.

A empresa de Rondonópolis (MT) investe no melhoramento de milheto desde 2002. O primeiro híbrido da marca foi lançado no mercado em 2007. Hoje são duas variedades no mercado que trabalham em sinergia com outras culturas e boa produtividade.
 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink