CI

Milho: Alta na CBOT levou a mais vendas de exportação

Na Argentina os preços equivalentes voltaram a subir e afastaram mais o Brasil


Foto: Nadia Borges

A alta atual do na Bolsa de Chicago (CBOT) levou a mais vendas de exportação no Brasil, segundo a TF Agroeconômica. “Nos portos de Santos-SP e Tubarão-ES o prêmio de outubro subiu para $ 70 cents/bushel, sem comprador; novembro SUBIU a 75, sem comprador, dezembro também subiu para 95. A alta de Chicago nesta segunda- feira, de 0,48% foi amplamente anulada pela forte queda do dólar, de 4,09%, tirando qualquer possibilidade de negócios de exportação do milho brasileiro por parte dos vendedores”, comenta.

No Paraguai os preços ainda não são estimulantes para os vendedores. “Mercado bastante lento para grãos ao longo da semana, excluindo sexta-feira após o relatório de ações do USDA. O Os números divulgados pela agência levaram os preços a funcionarem com bons aumentos em vários horários do dia, permitindo uma maior agressividade dos compradores, que conseguiram materializar vários lotes destinados à FAS, principalmente os portos de Assunção. Os outros dias foram muito tranquilos, com relatos ocasionais de negócios locais, de volumes pouco expressivos”, completa.

Na Argentina os preços equivalentes voltaram a subir e afastaram mais o Brasil. “Preços FOB Up River para navios Handysize subiram para o equivalente a US$ 284 novembro, US$ 288 dezembro. Para safra nova março cotou o equivalente a US$ 286, junho a US$ 274 e Julho a US$ 267. Mercado de Panamax subiram para US$ 292 novembro, US$ 300 maio, US$ 282 junho e US$ 276 julho. Os negócios de exportação milho são feitos com base em prêmios, mas nós os convertemos aqui em US$/t para dar uma ideia do que poderiam significar em termos de custo efetivo para os importadores brasileiros”, conclui.

Assine a nossa newsletter e receba nossas notícias e informações direto no seu email

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.