Milho: gene pode gerar plantas de grande rendimento

DESCOBERTA

Milho: gene pode gerar plantas de grande rendimento

Rendimento pode aumentar
Por: -Leonardo Gottems
2945 acessos

O milho é o cultivo de cereais que alcançou maior produtividade entre os que se semeiam a nível global para a produção de alimentação humana e animal. No entanto, um grupo de cientistas pertencentes a centros de pesquisa pública na Europa e nos Estados Unidos identificaram um gene que ao manipular-se pode gerar espigas com maior biomassa e quantidade de grãos.

No estudo publicado na Natura Communications, os pesquisadores demonstraram que modulando a expressão do gene PLASTOCHRON1 (ZmPLA1) do milho, que codifica uma proteína de transporte conhecida como citocromo P450 (CYP78A1), dá como resultado um aumento no crescimento de órgão, vigor de plântulas, biomassa dos caules e rendimento das sementes.

As espigas das plantas geneticamente modificadas para sobreexpressar o gene PLA1 resultaram ser robustas, já que melhoraram o rendimento tanto em plantas homizigoto como híbridas semeadas em distintas localizações e durante várias temporadas. Os estudos de transcriptoma, medições hormonais e a expressão do marcador DR5, sugerem que o gene PLA1 pode funcionar através de um incremento do hormônio auxina.

A análise detalhada do crescimento ao longo do tempo demonstra que o gene PLA1 estimula a duração da prolongação da folha mantendo as células em divisão em um estado proliferativo e indiferenciado durante um período de tempo mais grande. A duração prolongada do crescimento também compensa a redução da taxa de crescimento causada inevitavelmente pelos distintos tipos de estresse ambiental.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink