Milho: Momento é de cautela

Imagem: Divulgação

MERCADO

Milho: Momento é de cautela

T&F recomenda compras em prazos curtíssimos e saídas assim que o lucro for atingido
Por: -Leonardo Gottems
6320 acessos

As cotações do milho no mercado futuro de São Paulo fecharam pela primeira vez em queda geral, depois de vários dias sucessivos de alta e um aviso de estabilização no dia útil anterior. “O próprio nível dos preços é um fator negativo, neste momento, que pode causar receio aos investidores de permanecerem comprados em níveis tão elevados. Hoje realizaram nova tomada de lucros”, ressalta a T&F Consultoria Agroeconômica.

“Por isso nossa recomendação para as posições de compras de investidores tem que ser feitas com muita cautela, com prazos curtíssimos e saídas assim que o lucro for atingido, ainda que pequeno. Já os vendedores podem aproveitar para fazer fixação de preços a níveis lucrativos, ainda que não os mais altos do ano, porque isto ninguém sabe. Os compradores podem fazer hedge de compra nas quedas dos preços, embora teria sido bom ter seguido nossas recomendações quando o mercado estava abaixo de R$ 40,00/saca e com forte perspectiva de alta”, apontam os analistas da T&F.

MERCADO FÍSICO

Os preços do milho continuam com tendência de alta no mercado físico brasileiro, seguindo o Dólar e a demanda asiática (não apenas chinesa) por carnes. Nesta segunda-feira a média apurada pelo Cepea na praça de Campinas chegou a R$ 57,38/saca, mas os preços do interior do país também estão elevados.

O Rio Grande do Sul foi o único estado em que os preços se mantiveram inalterados, porque já estão bem elevados, ao redor de R$ 50,00 CIF em Marau, R$ 50,00 em Frederico Westphalen, R$ 51,00 em Montenegro. Os produtores recebem entre R$ 42,00 (Santa Rosa/Santo Ângelo) até R$ 45,00/saca em Erechim/Panambi.

Em Santa Catarina todos os preços estão a R$ 50,00 CIF em todas as cidades compradoras, com os agricultores recebendo entre R$ 42,00/R$ 43,00/saca). No Paraná os preços CIF também estão a R$ 50,00 em todas as grandes praças compradoras, com os agricultores recebendo entre R$ 44,00/45,00/saca.

No Centro-Oeste os preços do mercado de lotes giram ao redor de $ 40,00 em Primavera do Leste-MT, R$ 53,00 em Rio Verde-GO, R$ 53,00 em Unaí-MG, R$ 44,30 em Luiz Eduardo Magalhães-BA e R$ 47,00 em Uruçuí-PI. Os negócios mais expressivos são os de exportação, embora haja vendas de milho no mercado interno no MT para as indústrias de etanol e para compradores em São Paulo.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink