Milho

Milho: perto da estabilidade, futuros caem um pouco

No Brasil, os futuros na BM&F Bovespa para o milho ficaram todo o dia abaixo da linha
Por:
354 acessos

Os futuros do milho nesta quarta-feira, dia 18, na Bolsa de Chicago (CBOT), não conseguiram reforçar suas perdas verificadas ao longo do dia, dentro da margem de estabilidade, com as notícias pouco mais fortes sobre a qualidade da colheita nos Estados Unidos.

Futuros no Brasil - Sem sustentação alguma nos mercados internos à vista e das exportações, e sem ajuda de Chicago, os futuros na BM&F Bovespa para o milho ficaram todo o dia abaixo da linha. O novembro fechou 0,52%, cotado a R$ 32,38, e o janeiro em menos 0,30%, a R$ 33,30. A alta de mais de 0,5% das ações da Bovespa igualmente ajudou a sugar recursos dos futuros na commodity.

Mercado disponível - O milho no físico não viu a saca alterada em praticamente nenhuma praça importante, nem nos portos. Paranaguá e Rio Grande os mesmos R$ 28,00. As cotações ficaram as mesmas da terça, com os compradores fora. Para citarmos algumas regiões, Cascavel em R$ 21,50, Londrina R$ 21,00, Tangará da Serra R$ 17,00, Sorriso R$ 13,00.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink