Milho alavanca safra de grãos no Ceará

Agronegócio

Milho alavanca safra de grãos no Ceará

Com clima propício, safra do Estado continua com projeção de recorde
Por:
993 acessos
Segundo dados do IBGE, com clima propício, safra do Estado neste ano continua com projeção de recorde

Depois de ter amargado os efeitos da seca no ano passado, a expectativa é de que o Ceará obtenha em 2011 a melhor safra de sua história. Se forem confirmadas as estimativas do mês de maio do Grupo de Coordenação de Estatísticas Agropecuárias do Ceará (GCEA-CE), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a safra de 2011 é projetada em 1.482.221 toneladas de cereais, leguminosas e oleaginosas a serem colhidas em aproximadamente 1,46 milhão hectares (ha) de área.


De acordo com Regina Feitosa, secretária do GCEA-CE, "os prognósticos são reflexo do ano bom que tivemos para a agricultura do Estado, com chuvas bem distribuídas, sem excessos". Os números positivos também estão relacionados ao cultivo do milho híbrido em 91 municípios cearenses, devendo resultar este ano na produção de o todo o potencial plantado. "Vamos aguardar a colheita do milho que segue até outubro para confirmar a safra recorde", diz.

Dentre os grãos, o milho demonstra ser o carro-chefe da safra de grãos no Ceará, respondendo por 70,37% da produção total de grãos do Estado.

Variedades

Além do tipo híbrido, o Ceará produz também o milho variedade "catingueira" desenvolvido pela Embrapa Milho e Sorgo, que possui alto potencial produtivo, sendo mais precoce e adaptado às nossas condições climáticas e, em geral, de cultivo simples (monocultivo). Assim, tanto o cultivo simples (monocultivo), como o milho variedade e o milho híbrido apresentam elevados rendimentos nesse ano de bom inverno.


Outros produtos também cresceram em relação ao mês anterior, contribuindo para o crescimento da safra de grãos. Foram: o algodão herbáceo de sequeiro, amendoim, feijão de corda de 1ª safra (Vigna), feijão de arranca de 1ª safra (Phaseollus) e sorgo granífero.

Queda

Apenas três produtos apresentaram decréscimo em relação ao mês anterior: arroz de sequeiro, girassol e mamona. A redução no arroz de sequeiro ocorreu nos municípios de Varjota, Lavras da Mangabeira, Ipu, Reriutaba, Várzea Alegre, Solonópole e Itapagé, onde suas áreas plantadas foram menores que as previstas. No grupo de frutas secas, composto por 16 produtos, apenas quatro produtos apresentaram modificações, sendo duas positivas (banana irrigada e goiaba) e duas negativas (banana de sequeiro mamão). O crescimento na banana irrigada é resultante do desmembramento desta fruta em "irrigada" e "de sequeiro".


Espera-se uma produção de 1 milhão de toneladas de frutas frescas, um incremento de 1,30% em relação ao primeiro prognóstico (1 milhão de ton), efetuado em janeiro.

No País

A quinta estimativa da safra de grãos do ano no País indica uma produção de 161,2 milhões de toneladas, com crescimento de 7,8% ante a safra recorde de 2010 (149,6 milhões de toneladas) e de 1,6% no confronto com a estimativa de abril, segundo o IBGE. A área a ser colhida em 2011 (48,9 milhões de hectares) teve aumento de 5,1% na comparação com 2010.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink