Milho/CEPEA: Indicador segue firme
CI
Agronegócio

Milho/CEPEA: Indicador segue firme

Vendedores do mercado brasileiro continuam retraídos, negociando especialmente para exportação
Por:

Os preços do milho continuam subindo no mercado brasileiro, influenciados pelo preço externo também em alta. Além disso, segundo pesquisadores do Cepea, vendedores do mercado brasileiro continuam retraídos, negociando especialmente para exportação e limitando a disponibilidade para compradores domésticos. Entre 30 de julho e 6 de agosto, o Indicador ESALQ/BM&FBovespa (Campinas-SP) aumentou 1,67%, fechando a R$ 33,42/saca de 60 kg nessa segunda-feira, 6. Se considerada a taxa de desconto NPR, também na região de Campinas, o preço médio à vista foi de R$ 32,81/sc de 60 kg na segunda, com elevação de 1,05% no mesmo período. Quanto às exportações brasileiras de milho, subiram expressivamente em julho, antecipando o ritmo de embarques neste ano. O volume exportado e os preços nominais foram recordes para um mês de julho. Normalmente, as exportações de milho ganham força entre agosto e setembro de cada ano, quando a colheita das lavouras de segunda safra está caminhando para o final e os excedentes são mensurados mais claramente.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink