Milho em queda livre “rumo ao custo de produção”

MERCADO

Milho em queda livre “rumo ao custo de produção”

Os preços do milho continuam muito pressionados pelo peso dos estoques da safrinha
Por: -Leonardo Gottems
469 acessos

O mercado continuou o seu caminho de baixa “rumo ao seu custo de produção”, de R$ 32,00, aponta a T&F Consultoria Agroeconômica. Nesta sexta-feira (26.10) as cotações voltaram a cair pelo segundo dia consecutivo: O contrato de nov18 fechou em queda de 0,04%, jan19 de 0,34%, mar19 de 0,11%, mai19 de 0,46% e set 19 de 0,44%.

“Os preços do milho continuam muito pressionados pelo peso dos estoques da safrinha, aumentados pela redução das exportações e pela retenção de produtos pelos próprios vendedores. A quebra da safrinha foi uma informação enganosa que, tomada isoladamente do conjunto do quadro de Oferta & Demanda, iludiu muitos vendedores, que julgavam que faltaria mercadoria”, explica o analista Luiz Carlos Pacheco.

Segundo ele, essa análise não levou em consideração dois aspectos importantes: Primeiro, pesaram mais os altos estoques da safra anterior, um pouco superiores a 17 milhões de toneladas. O especialista destaca ainda, em segundo lugar, a redução da demanda interna, pelos cancelamentos dos contratos de exportação de carne.

Em São Paulo, relatório da XP Agro indica que os agentes optaram por segurar as operações no fechamento da semana, aguardando os desdobramentos do 2º turno das eleições. Nos últimos dias, porém, a queda do dólar tirou competitividade do milho nacional no exterior e gerou uma retração
de demanda por parte das tradings. O fato, somado a uma oferta razoável, tem causado uma pressão baixista no mercado interno, visto que Granjeiros e Indústrias locais também seguraram as compras.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink