Milho perdido em Mato Grosso

Agronegócio

Milho perdido em Mato Grosso

A chuva causa prejuízo para quem estocou milho a céu aberto. Parte do produto já começou a estragar
Por:
431 acessos

A chuva está causando prejuízo para quem estocou milho a céu aberto, em Mato Grosso. Sem proteção, parte do produto já começou a estragar.

Correria para cobrir a montanha de milho com lonas. As máquinas aceleram o trabalho de remoção do produto no tempo. O que ninguém esperava aconteceu.

Em 2007 e 2008 as primeiras chuvas na região norte de Mato Grosso foram registradas só a partir de 20 de setembro. Com quase um mês de antecedência, este ano o clima pegou todo mundo de surpresa. Gerou transtorno e prejuízos.

O produto molhado vai para o secador. Mesmo assim, boa parte do que fica no chão acaba se perdendo. O gerente da empresa em Sinop, norte do Estado, contou que já começou mandar milho para outros armazéns. Alguns ficam a 500 quilômetros de distância.

“A gente acabou tendo que tomar uma medida de emergência, removendo rapidamente o milho do tempo. Nossa empresa possui várias unidades em quase todo o Mato Grosso. Então, isso faz com que a gente consiga dar um destino, mas não é o que acontece com a maioria. Com certeza, vai causar problema”, avaliou Dalton Cagnini, gerente do armazém.

Segundo o Imea, Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária, quinhentas mil toneladas de milho colhidas nesta safra ainda estão fora dos armazéns.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink