Milho transgênico não afetou saúde de ratos

DESCOBERTA

Milho transgênico não afetou saúde de ratos

"Ao final de seis meses de testes, não foi identificada nenhuma diferença significativa"
Por: -Leonardo Gottems
266 acessos

Receba Notícias como esta por email

Cadastre-se e receba nossos conteúdos gratuitamente

Um estudo publicado na revista Toxicological Sciences mostrou que uma dieta à base de milho transgênico ministrada em ratos durante seis meses acabou não afetando sua saúde nem seu metabolismo. De acordo com informações publicadas no portal em.com.br, a pesquisa foi desenvolvida para oferecer um contraponto uma pesquisa polêmica do professor francês Gilles-Eric Séralini sobre a toxicidade do milho geneticamente modificadas. 

De acordo com a Autoridade Europeia para a Segurança Alimentar (Efsa), o estudo de Séralini foi rejeitado 2012 devido às "lacunas constatadas na concepção e na metodologia da pesquisa”. Na ocasião, o pesquisador concluiu que havia um alto risco de tumores na mama e de lesões hepatorrenais para os ratos alimentados com milho NK 603. 

No entanto, a nova pesquisa mostrou resultados totalmente contrários, utilizando técnicas de biologia de alto rendimento para buscar variações no metabolismo.  "Ao final de seis meses de testes, não foi identificada nenhuma diferença significativa do ponto de vista biológico entre regimes OGM e não OGM. Não foi observada nenhuma alteração nos órgãos e em particular no fígado, rins ou no aparelho reprodutor dos ratos com dietas OGM", diz o relatório. 

Por fim, o Instituto nacional francês de pesquisa agronômica e o Instituto nacional francês de saúde e pesquisa médica concluíram que não existem evidências de "efeitos nocivos da alimentação com milho MON 810 e NK 603 sobre a saúde e o metabolismo dos roedores, inclusive após um longo período de exposição".

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink