Minas amplia área de grãos e safra 2009 pode ser recorde
CI
Agronegócio

Minas amplia área de grãos e safra 2009 pode ser recorde

A produção de grãos no Estado deve ficar entre 10,31 milhões e 10,49 milhões de toneladas
Por:

Minas Gerais pode ter uma safra histórica de grãos em 2009. A primeira estimativa oficial da safra a ser colhida em todo o país no ano que vem foi divulgada, nesta quarta-feira (8), pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). Segundo o levantamento, a produção de grãos no Estado deve ficar entre 10,31 milhões e 10,49 milhões de toneladas. Um crescimento entre 0,8% e 2,6% em relação à produção deste ano, que foi de 10,22 milhões de toneladas. Se a estimativa mais otimista se confirmar, a safra mineira também supera a produção recorde de 2005, que foi de 10,41 milhões de toneladas.

Já a área plantada com grãos em Minas Gerais deverá ficar entre 2,89 milhões de hectares e 2,93 milhões de hectares. Um crescimento entre 2,3% e 3,8% em relação à safra anterior. “Os sinais são positivos em relação à compra de fertilizantes para a safra que começa a ser plantada, mesmo com a alta do preço dos insumos”, comenta o secretário de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Minas Gerais, Gilman Viana Rodrigues.

Tanto na taxa de crescimento da produção quanto na referente à área plantada, Minas deve superar a média nacional. Segundo a Conab, o Brasil deve ter uma produção de grãos entre 142,02 milhões e 144,55 milhões de toneladas em 2009. A variação em relação à safra de 2008 é de -1,2% a 0,5%. Em relação à área plantada, o país deve apresentar um acréscimo entre 1,2% e 2,7%. “Desejamos que haja disponibilidade de crédito para a economia, reduzindo os efeitos da crise mundial”, comenta o secretário.

Seguindo a tendência de 2008, a cultura do milho deverá ser o grande destaque em Minas Gerais. O crescimento estimado da produção fica entre 1,6% e 4%, podendo chegar a 6,89 milhões de toneladas, mais uma produção recorde no Estado. A área plantada com milho deve ter um crescimento entre 3,9% e 6,3%. Já a média nacional indica queda da produção e da área plantada.

A produção do feijão de primeira safra em Minas Gerais deve ficar entre 203 mil e 207 mil toneladas. Um aumento que varia de 0,8% a 2,7% em relação à última safra. Os bons preços pagos aos produtores refletem-se no aumento estimado entre 4% e 6% da área plantada.

A soja deve apresentar um pequeno acréscimo da área plantada, entre 0,5% e 1%. Porém a produção deve cair entre 2,2% e 1,7%, ficando entre 2,48 milhões de toneladas e 2,49 milhões de toneladas. A queda é explicada porque nesta primeira previsão, o cálculo da produtividade nas lavouras é feito levando-se em consideração a média dos últimos cinco anos.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.