Ministério da Agricultura auxilia em conjunto no combate à seca
CI
Agronegócio

Ministério da Agricultura auxilia em conjunto no combate à seca

Governo Federal libera R$ 2,7 bilhões para auxiliar população e produtores atingidos pela estiagem no Nordeste e no norte de Minas Gerais
Por:
Governo Federal libera R$ 2,7 bilhões para auxiliar população e produtores atingidos pela estiagem no Nordeste e no norte de Minas Gerais

Agricultores dos estados de Minas Gerais, Bahia, Pernambuco, Piauí e Sergipe que tiveram prejuízo com a seca começam a receber a partir desta segunda-feira, 18 de junho, a primeira parcela, de R$ 80, do Bolsa Estiagem. O valor total do benefício, pago pelo Ministério da Integração Nacional, é de R$ 400, disponibilizado em cinco vezes por meio do cartão de pagamento do Bolsa Família, do Cartão Cidadão ou de outros mecanismos de auxílio do Governo Federal.


Para o produtor ter direito ao auxílio é necessário ser agricultor familiar com Declaração de Aptidão ao Pronaf, possuir renda familiar mensal média de até dois salários mínimos, estar cadastrado no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), não ter recebido o Garantia Safra 2011/2012 e residir em município em situação de emergência ou estado de calamidade pública reconhecido pela Secretaria Nacional de Defesa Civil.

O próximo pagamento do Bolsa Estiagem será no dia 18 de julho e vai atender cerca de 400 mil agricultores em 800 municípios do Semiárido. O critério de escolha das cidades beneficiados foi baseado no maior tempo de reconhecimento por situação de emergência. O Governo Federal liberou o total de R$ 2,7 bilhões para auxiliar a população e os produtores atingidos pela estiagem no Nordeste e no norte de Minas Gerais. Por meio de ações interministeriais, a Operação Carro-Pipa vai contar com cerca de 3.500 veículos, mais de 30 mil cisternas serão instaladas dentro do programa Água para Todos e 2.400 poços serão recuperados.


O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) também está engajado com ações para apoiar os agricultores atingidos pela estiagem. O Mapa vai regularizar o fornecimento de milho para o consumo animal e pretende realizar a operação venda balcão com preços diferenciados para os produtores que possuem até quatro módulos fiscais, com um preço mínimo de R$ 18 para a saca de 60 quilos, com o limite de até três toneladas por comprador. “Sei que esta comunidade está vivendo uma situação complicada por causa da seca, mas tenho certeza que iremos superar esse problema. O Mapa também estuda ações como a manutenção do programa de abastecimento de milho, a abertura de linha de financiamento para aquisição de novas matrizes e um estimulo à produção agropecuária integrada em sistemas irrigados”, destacou Mendes Ribeiro Filho.

Garantia Safra

As primeiras parcelas do Garantia-Safra também começam a ser pagas a partir desta segunda-feira, 18 de junho. Serão beneficiados 76.028 agricultores de 111 municípios da Bahia e de Minas Gerais.

O valor total do repasse do Ministério do Desenvolvimento Agrário é de R$ 680,00, dividido em cinco parcelas, pago por meio de cartões eletrônicos da Caixa Econômica Federal. São beneficiados agricultores, com renda de até 1,5 salários mínimos, de municípios que perderam, ao menos, 50% da produção. Os demais municípios serão beneficiados pelo Garantia-Safra a partir de julho.


Vera Stumm

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink