Ministério divulga estudo para plantio de gergelim

Agronegócio

Ministério divulga estudo para plantio de gergelim

O cultivo poderá ser feito nos municípios situados no PR, SP, TO, GO, MT, MS, RS, SC e DF
Por: -Janice
3281 acessos
Zoneamento Agrícola de Risco Climático dos municípios para cultura desse insumo foi publicado nesta quinta-feira no Diário Oficial da União

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento publicou no Diário Oficial da União desta quinta-feira, 16 de junho, os municípios aptos para o cultivo de gergelim. O Zoneamento Agrícola de Risco Climático analisa as condições do clima e do solo de cada região dos 26 estados brasileiros e do Distrito Federal.


O cultivo de gergelim (Sesamum indicum L.) poderá ser feito nos municípios situados no Paraná, São Paulo, Tocantins, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Distrito Federal.

As temperaturas ideais para o desenvolvimento do produto são entre 25ºC e 30º C. Abaixo de 20ºC ocorre atraso na germinação e no desenvolvimento da planta; e em ambientes com menos de 10ºC, a planta pode morrer. Quanto ao solo, é importante ser úmido para beneficiar a floração e frutificação. Os tipos de solo não indicados para o cultivo de gergelim localizam-se em áreas de preservação obrigatória e áreas que apresentam profundidade inferior a 50 cm ou são muito pedregosas.


Saiba mais

O Zoneamento Agrícola de Risco Climático é um instrumento de política agrícola e gestão de riscos na agricultura. O estudo é elaborado com o objetivo de minimizar os riscos relacionados aos fenômenos climáticos e permite a cada município identificar a melhor época de plantio das culturas, nos diferentes tipos de solo e ciclos de cultivares. A técnica é de fácil entendimento e adoção pelos produtores rurais, agentes financeiros e demais usuários.


Acesse aqui o link para o Diário Oficial

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink