Ministra do Meio Ambiente considera MP um instrumento 'possível'


Agronegócio

Ministra do Meio Ambiente considera MP um instrumento 'possível'

Por: -Admin
1 acessos

A ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, voto vencido no governo para a liberação da comercialização da soja transgênica produzida ilegalmente no país, disse ontem (27-03) durante audiência pública na comissão de Defesa do Consumidor e Meio Ambiente que respeita a ciência, mas não a sua "sacralização". "A pesquisa [sobre transgênicos] não está proibida",

completou.

Ao justificar a medida provisória publicada hoje, em que o governo libera a venda da produção ilegal de soja geneticamente modificada, a ministra afirmou que a edição da MP foi o instrumento "possível" para resolver um problema criado na administração passada e que se transformou em uma questão "econômica e social". Apesar da posição publicamente contrária à venda da soja transgênica no país, Marina Silva reconheceu que era preciso constituir uma posição de governo. Ela destacou, no entanto, que a MP prevê a possibilidade de o governo incentivar a exportação, reduzindo o consumo interno da soja geneticamente modificada. Decisão que ainda não foi tomada.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink