Ministro anuncia criação de regionais e concurso público em 2012
CI
Agronegócio

Ministro anuncia criação de regionais e concurso público em 2012

Regionais de defesa sanitária abrirão mais de 300 vagas
Por: -Joana
Em entrevista coletiva na terça-feira (13/12), o ministro da Agricultura Mendes Ribeiro Filho falou sobre o futuro da agricultura brasileira e ações do Ministério. Entre os assuntos abordados, Mendes falou sobre a criação de cinco regionais de defesa sanitária, Código Florestal e futuras contratações.


Sobre a votação do novo Código Florestal, o ministro diz que não é um código perfeito, mas é um que podemos construir. “Ninguém saiu ganhando, ninguém saiu perdendo. O importante é que saia para a tranqüilidade do produtor. Quem produz quer continuar produzindo”, afirma, e reforça que o produtor continue plantando e acreditando, pois o governo estará protegendo. “O governo quer produção. Quem comandará o mundo será aquele que produzir alimentos. E o Brasil continuará tendo essa condição extraordinária de produtor”, ressalta.

Além do Código, Mendes lembra que o governo tem que estar do lado fazendo políticas agrícolas, dando atenção à questão do clima, corrigindo escoamento do produto, garantindo preço mínimo, entre outros. “Eu quero assegurar a renda do produtor. Preciso de uma política de escoamento bem clara e com a certeza de que será a mais barata”, pondera.


Outro ponto de grande importância levantado pelo ministro foi a defesa sanitária. Lembrando do recente surto de aftosa no Paraguai, Mendes apresentou a criação de cinco regionais sobrepostas às superintendências para haver um controle técnico mais eficiente ainda em 2012. Com um caráter eminentemente técnico, os novos servidores passarão por uma escola e serão submetidos a cursos de defesa sanitária. “As regionais farão melhor uma política de defesa, acompanharão a questão da vacinação, terão uma integração dos Estados no que diz respeito ao Suasa, entre outros”, comenta.

Mendes ressalta que a importância das regionais será tratar cada Estado de acordo com as suas necessidades. “Não posso ter lá no Norte um gado de risco médio e ter aqui no Sul um gado com o mesmo processo que lá. Isso protege a economia do país como um todo e eu acho que qualifica a defesa brasileira e permite que nós possamos comercializar com mais segurança”. Para tanto, Mendes Ribeiro já elaborou um ofício para a presidente Dilma Rousseff pedindo a aprovação de concurso público para mais de 300 vagas imediatas em todo país. Além destas, o ministro ainda lembra que em até cinco anos, mais de 60% dos servidores do Ministério estarão aposentados, e prevê que haja outro concurso para alimentar os cargos.


Veja aqui a coletiva na íntegra.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.