Ministro diz que crise brasileira é produzir demais
CI
Agronegócio

Ministro diz que crise brasileira é produzir demais

Mendes Ribeiro Filho comparou produção de soja ao rei Pelé
Por:
Mendes Ribeiro Filho comparou produção de soja ao rei Pelé
 
O Brasil deu início oficialmente ao plantio da safra 2012/13 de soja. A temporada prometer ser a maior já vista, dando condições ao país de superar os Estados Unidos e se tornar o principal produtor mundial da cultura. Em Sorriso, município a 420 quilômetros de Cuiabá e onde participou da solenidade de abertura da temporada agrícola, o ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Mendes Ribeiro Filho, afirmou que a conquista da posição número um não ocorrerá por acaso.

Ele comparou a safra de soja ao rei do futebol Pelé e disse que o resultado no campo está diretamente associado ao potencial agrícola do país, o uso cada vez mais frequente de tecnologia e o grau de profissionalização da atividade.

"Pelé é o maior jogador do mundo por acaso? Nada é por acaso e não existe sorte. Nós temos clima, terra, gente. Um produtor teimoso e vontade de produzir", afirmou Mendes Ribeiro Filho.

De acordo com o Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA, sigla em Inglês), a safra brasileira está estimada em 81 milhões de toneladas, acima das 71,6 milhões de toneladas que devem ser alcançadas pelos produtores norte-americanos.

Mendes Ribeiro Filho fez ainda referência ao atual momento vivido pelo agronegócio e disse que o país está enfrentando "de cabeça erguida" as chamadas crises que testam a eficiência do segmento, a exemplo da enfrentada pelos suinocultores. "Enfrentamos a crise da suinocultura de cabeça erguida. Nossa crise é produzir demais", citou.

Somente Mato Grosso, primeiro a abrir a temporada de plantio, deve bater mais um recorde produtivo e ao final do ciclo ofertar acima de 24,1 milhões de toneladas, representando cerca de 30% de toda safra nacional e crescimento de 13% sobre o volume colhido em 2010/11, em 21,3 milhões de toneladas.

"Tudo o que acontece não é por acaso e fizemos por merecer", afirmou ainda Mendes Ribeiro Ribeiro Filho. Em 2011/12 o país encerrou o ciclo agrícola colhendo 8,94 milhões de toneladas a menos na comparação com 2010/11. Segundo a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), foram 66,38 milhões de toneladas, resultado 11,8% inferior ao verificado em 2010/11.

Já a produção total brasileira deve encerrar o ano em 165,8 milhões de toneladas, superior em 1,9% as 162,8 milhões de toneladas colhidas um ano antes.

De olho na safra

Glauber Silveira, presidente da Associação dos Produtores de Soja e Milho no Brasil (Aprosoja), diz que o plantio começa pautado em um cenário positivo. Reflexo direto da combinação de fatores como bons preços e perspectiva de alta na produção. Mas ele observa que velhos conhecidos ainda vão tirar o sono do produtor, como problemas logísticos e infraestruturais verificados no país.

"Há uma projeção de safra boa e torcemos também para que o clima seja nosso aliado", considerou ainda o dirigente.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink