Ministro do Desenvolvimento Agropecuário do Panamá visita a Embrapa
CI
Agronegócio

Ministro do Desenvolvimento Agropecuário do Panamá visita a Embrapa

O objetivo foi identificar áreas para ampliar a parceria entre os dois países com foco na pecuária
Por: -Silvano
Objetivo é identificar áreas para fortalecer a cooperação técnica com o Brasil

O Ministro do Desenvolvimento Agropecuário do Panamá, Emilio Kiewetter, esteve nesta quinta-feira (21-10) pela manhã na Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia, uma das 45 unidades da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária – Embrapa, em Brasília, DF. Ele esteve acompanhado da Embaixadora do Panamá no Brasil, Gabriela Garcia, e de uma comitiva panamenha formadapor cinco pessoas. O objetivo foi identificar áreas para ampliar a parceria entre os dois países com foco na pecuária.

O Ministro foi recebido pelo chefe-geral da Unidade, Mauro Carneiro, e depois conversou com os pesquisadores Sílvia Ribeiro e Arhur Mariante sobre a conservação de raças de animais domésticos de interesse para pecuária. A Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia investe desde a década de 80 na conservação de raças de animais conhecidas como locais ou naturalizadas. Essas raças, que incluem bovinos, suínos, caprinos, eqüinos, ovinos e bubalinos, encontram-se no Brasil desde a época da colonização e, por isso, possuem características de rusticidade e adaptabilidade, como resistência a doenças e estresses climáticos, que podem ser aproveitadas para cruzamentos com outras raças mais produtivas.

A comitiva panamenha conheceu o Laboratório de Genética Animal no qual são analisadas amostras de DNA desses animais. Essas amostras são conservadas em um banco de DNA mantido na Unidade. “Essas pesquisas ajudam na identificação de características dos animais conservados”, afirma Mariante, lembrando que além do banco de DNA, a Unidade conta também com banco de sêmen e embriões, além da conservação dos animais em núcleos de conservação distribuídos por várias regiões brasileiras, em parceria com outras unidades da Embrapa, universidades e associações de criadores.

Kiewetter se interessou muito por essas pesquisas, especialmente porque um dos seus principais interesses na cooperação com a Embrapa é aprimorar a pecuária leiteira do Panamá, a partir da intensificação na criação de raças de rústicas.
 
As informações são da assessoria de imprensa da Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink