Ministro Guedes faz palestra no Instituto Rio Branco

Agronegócio

Ministro Guedes faz palestra no Instituto Rio Branco

Guedes apresentará os mais recentes números sobre o desempenho do agronegócio brasileiro
Por: -Assessoria de Imprensa
7 acessos

O ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Luís Carlos Guedes Pinto, fará palestra na próxima terça-feira (16-01), às 10h, no LII Curso de Aperfeiçoamento de Diplomatas, no Instituto Rio Branco, em Brasília. Guedes apresentará os mais recentes números sobre o desempenho do agronegócio brasileiro, destacando o crescimento das suas exportações nos últimos cinco anos. Ressaltará também a importância do apoio dado pelas representações diplomáticas do País no exterior às missões do ministério e de empresários do setor.

O Brasil é hoje um dos maiores produtores mundiais de alimentos. Com uma área plantada de 45,4 milhões de hectares, o País deve colher 121,5 milhões de toneladas de grãos em 2006/07. Soja e milho são os destaques da atual safra, respondendo, juntas, por 82% da produção agrícola nacional. A colheita da oleaginosa é estimada em um volume recorde de 54,9 milhões de toneladas (45,2% da safra). Já a produção de milho (36,8% do volume total da safra) é calculada em 44,7 milhões/t, volume 7,2% superior ao do período passado, de 41,7 milhões/t.

O País também é um grande produtor mundial de carnes. Atualmente, o Brasil lidera as exportações globais de carne bovina e de frango. Além disso, ocupa o primeiro lugar no ranking internacional dos maiores exportadores de açúcar, álcool, café, complexo soja e suco de laranja. No ano passado, os embarques do agronegócio brasileiro somaram US$ 49,4 bilhões, um aumento de 13,4% em relação a 2005, quando alcançaram US$ 43,6 bilhões. O superávit foi de 42,7 bilhões, contra US$ 38,4 bilhões do período anterior.

De acordo com Guedes, as exportações do agronegócio responderam por 93% do saldo comercial brasileiro em 2006, de US$ 46,077 bilhões, e por 36% do total do embarques, de US$ 137,4 bilhões. Nos últimos cinco anos (2002-2006), o valor exportado pelo setor cresceu 99%, passando de US$ 24,8 bilhões para US$ 49,4 bilhões, O complexo sucroalcooleiro teve o melhor desempenho, com incremento de 243% nas vendas externas. As carnes ficaram em segundo lugar, com expansão de 170%. Em terceiro, aparece o café, com crescimento de 143%; em quarto, cereais e preparações, com 123%; e em quinto, frutas, com 91%.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink