Ministros da agricultura não querem barreiras à alimentos
CI
Imagem: Pixabay
MUNDO

Ministros da agricultura não querem barreiras à alimentos

“A vacina contra a fome é a comida”
Por: -Leonardo Gottems

Setenta e seis ministros da agricultura de todo o mundo e representantes de 13 organizações internacionais exigiram que os governos mantivessem o comércio global de alimentos aberto para garantir seu abastecimento durante a pandemia COVID-19, disse um comunicado após uma reunião virtual realizada na sexta-feira passada. 

A reunião fez parte da conferência Fórum Global para Alimentação e Agricultura em Berlim e o comunicado disse que, apesar do COVID-19, o abastecimento global de alimentos e os mercados internacionais permaneceram relativamente estáveis. Mas as restrições às exportações de alimentos impostas por alguns países durante a pandemia devem ter limites de tempo, disse o comunicado. 

Como anfitriã, a ministra da Agricultura da Alemanha, Julia Klöckner, anunciou os principais pontos de discussão e apresentou o comunicado final conjunto, que enfocou a segurança alimentar durante a pandemia e seu impacto no setor agrícola. Klöckner destacou que a pandemia fez com que mais 130 milhões de pessoas passassem fome, acrescentando que “ao mesmo tempo, o coronavírus nos ensina sobre as alavancas que devemos usar para combater a fome. A disponibilidade e acessibilidade dos alimentos deve ser garantida para reduzir o número de pessoas com fome ao redor do mundo”, disse ele. 

“A vacina contra a fome é a comida”, disse o diretor-executivo do Programa Mundial de Alimentos das Nações Unidas, David Beasly, aludindo à falta de acesso aos alimentos em alguns países. Klöckner disse que cerca de 40 países ao redor do mundo não têm terras agrícolas suficientes para se alimentar e dependem da importação de alimentos. 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink