Missão chinesa abre caminho para exportação de carnes


Agronegócio

Missão chinesa abre caminho para exportação de carnes

Por:
1 acessos

O Brasil pode começar a exportar carnes para a China este semestre. Uma missão daquele país está vistoriando o sistema de inspeção sanitária do Ministério da Agricultura, Pecuária e do Abastecimento. O grupo fica no Brasil até o próximo dia 1º.

Em 90 dias, o governo brasileiro deve ter uma resposta sobre o questionário enviado aos chineses com informações sobre a sanidade do rebanho nacional. Após, serão marcadas as inspeções chinesas às indústrias exportadoras. A Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carnes (Abiec) estima que o mercado chinês corresponda a US$ 200 milhões.

No ano passado, o Ministério da Agricultura, Pecuária e do Abastecimento firmou um acordo de princípios sobre as questões sanitárias em que os dois países se comprometiam a reconhecer mutuamente os programas sanitários. Agora, para a liberação do comércio falta a inspeção do governo chinês. Estão na lista, 80 frigoríficos bovinos, 35 de frangos e 30 de suínos. ´Espero que a partir do meio do ano iniciem os embarques´, afirmou o secretário-executivo do ministério, José Amauri Dimarzio.

Segundo ele, a China é hoje um grande mercado consumidor e prioriza a segurança alimentar.e por isso, o governo chinês é bastante cauteloso ao fechar acordos para importação de alimentos. Para atender a estas exigências, o governo brasileiro deve intensificar a inspeção sanitária , incluindo a contratação e a capacitação de técnicos para atender às exigências internacionais.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink