Missão do Panamá inicia inspeção para ampliar importação de material genético

Agronegócio

Missão do Panamá inicia inspeção para ampliar importação de material genético

Sêmen e embriões bovinos são do interesse do país
Por:
864 acessos

Receba Notícias como esta por email

Cadastre-se e receba nossos conteúdos gratuitamente
Obrigado por se cadastrar
  • Enviamos a você um email de boas vindas para ativação de seu cadastro.

Uma missão de veterinários do Panamá inicia nesta segunda-feira (21) inspeções para ampliar as compras de material genético bovino (sêmen e embriões) do Brasil. Segundo a responsável pela coordenação de Trânsito e Quarentena Animal do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Judi Maria da Nóbrega, o grupo permanece no país até o dia 27 e deverá visitar propriedades, centrais de coleta e de processamento de material genético, e conhecer o serviço veterinário oficial. Os estados que serão visitados são Minas Gerais, São Paulo e Goiás. 

A coordenadora prevê que as exportações deste material deverão ser ampliadas consideravelmente, pela necessidade do produto por parte dos panamenhos, e porque será simplificado o acordo sanitário existente entre os dois países, facilitando o comércio. 

A exportação de material genético gera receita de exportações, sendo estratégica do ponto de vista sanitário, zootécnico e genético. O interesse panamenho revela  reconhecimento do alto padrão sanitário no Brasil,  destacou Judi da Nóbrega. 

Além disso, o potencial genético e zootécnico dos nossos animais contribui para melhorar rebanhos estrangeiros, tanto na produção de carne como de leite, principalmente nos países em desenvolvimento.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink